Pravda.ru

Notícias » unknown


COITADO DE DEUS

13.01.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Deus deve se sentir muito mal. É disputado por Bush e pelos terroristas. Mas se Bush garante que Deus está do seu lado o mundo inteiro acredita. Afinal, ele não é ninguém mais que o senhor dos senhores, com poderes superiores para invadir o país que quiser e fazer o que bem entender.

Ele determinou que as eleições no Iraque serão no dia 30 de janeiro próximo. Havia alegado que o Iraque possuía armas de destruição em massa. Acusou Sadam, um ex-aliado dos Estados Unidos, de ditador, sanguinário, cruel.

Se Deus está do lado de Bush, os homens estão muito bem por sinal.

Será que Deus aprova quem mente para o mundo inteiro, jurando fatos inventados? Será que Deus concorda com a morte indiscriminada de 120 mil civis iraquianos, sem qualquer direito de defesa perante a máquina mortífera dos norte-americanos? Será que Deus aplaude a destruição de Fallujah e a brutalidade de Abu Graib? Enfim, será que Deus vê com bons olhos o usufruto do petróleo do povo iraquiano para enriquecer ainda mais o senhor dos senhores?

Deus certamente considera Bush como um cidadão justo, equilibrado, puro e santo. Guantânamo é um episódio em separado, compreendido como um lugar para os ímpios pagarem seus pecados.

Os valores de humanidade, respeito e consideração pela diversidade cultural dos povos estão sendo reescritos e reinventados pelos donos do mundo. Não resta saída para Deus a não ser concordar com a situação definida. Imaginem um posicionamento divergente. Provavelmente Deus não deve ser louco para afrontar o poderio norte-americano.

A impressão que passa nesta história é que concorremos com a idade das trevas. Caçavam e queimavam as bruxas em praças públicas. Hoje, com toda tecnologia e avanço do conhecimento, com toda riqueza e capacidade transformadora, mais de 4 bilhões e trezentos milhões de humanos estão na fila do extermínio.

Somos capazes de viagens interplanetárias. Descobrimos a cura de doenças inimagináveis. Percebemos e comprovamos a inclinação do eixo terrestre. Fabricamos bens fantásticos. E segregamos humanos semelhantes carimbados com o selo da incapacidade e atraso. Sem dúvida, um fardo pesado para o universo dos ricos.

Sobra bom senso. Falta bom senso. Vivemos na era dos grandes contrastes.

Deus deve se sentir rasgado ao meio. Está à disposição de todos para ser usado e abusado.

É muito difícil saber qual é o Deus de Bush. Será que ele é bom, caridoso, compassivo, compreensivo, justo? Ou será que é carrasco, justiceiro, perseguidor, implacável?

Neste momento vale uma questão inocente: o que motiva os norte-americanos a produzirem tanta arma de destruição? Alguém sabe onde estão as tais armas de destruição em massa? Como ficariam os coitados dos fabricantes de armas se as guerras fossem extintas?

Um amigo defende a tese que Deus abandonou a humanidade. Para ele, os habitantes do planeta terra servem ao Deus Dinheiro ou diabo. Tanto faz. Cada um só pensa em si e seus interesses.

Como será que o senhor dos senhores compreenderia esta teoria? Com certeza, um grande absurdo. Afinal, Deus está do lado de Bush. E ponto final.

Orquiza, José Roberto escritor, workisa@hotmail.com

 
3347
Loading. Please wait...

Fotos popular