Pravda.ru

Notícias » unknown


O MUNDO PODRE EM QUE VIVEMOS

08.05.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Estamos presenciando a mais submissa imprensa que, creio, já existiu em toda história do mundo.

Poderia apresentar vários exemplos desse grave momento da imprensa mundial; mas no momento apresentarei dois dos mais graves.

O primeiro, quando os Estados Unidos, mentindo sobre o ataque sofrido por seus navios de guerra em águas internacionais, (a mentira admitida mais tarde) agrediram o Vietnam do Norte, matando centenas de milhares de pessoas inocentes!

Esse ato criminoso, cometido por uma nação dita democrática e civilizada não foi combatido pela imprensa, que no mínimo deveria pedir o julgamento e a condenação em corte internacional do presidente da nação citada, por crimes contra a humanidade. Infelizmente o que se viu, foi a imprensa fugir das suas responsabilidades e mais tarde apoiar outros crimes praticados pelos outros presidentes. Quem defende o direito e a justiça? Ou, pelo menos, quem indica ao povo a falta de respeito às leis, praticada pelos presidentes dos Estados Unidos da América do Norte?

Dizem que os mais fortes nunca são culpados, e foi em que passei a acreditar!

O segundo exemplo: há décadas, o povo palestino vem sofrendo por causa da ocupação de suas terras por tropas israelitas e a imprensa mundial não considera importante o desrespeito aos princípios básicos da civilização ou seja o direito de um povo ser protegido, em caso de injustiça, por algum órgão internacional que, no momento, esteja funcionando.

Temos a ONU, essa organização denominada varias vezes por mim de “clube de palhaços” que, nada faz para provar a TODOS os povos do mundo a existência da justiça, e para evitar, com imparcialidade, casos como o da Palestina.

A Organização das Nações Unidas, nas suas resoluções 242 e mais tarde a 338, ordena a devolução por Israel, das terras palestinas. Mas, Israel não respeita estas resoluções e até hoje a imprensa “cobra honestamente” o cumprimento das referidas resoluções, com uma ênfase de fazer inveja aos mais covardes do planeta.

No entanto, quando a mesma ONU ordena que o Iraque se retire das terras do Kuwait ou se desarme, a imprensa mundial, não só coloca em primeiras páginas dos jornais as respectivas resoluções, como passa também a cobrar do mundo, ações militares a fim de que a ONU não fosse desmoralizada.

Os palestinos estão sendo massacrados e pedem que alguma força de paz os ajude mas, Israel não admite nenhuma interferência externa, e continua os assassinatos, enquanto a imprensa se cala.

Assim mais um crime bárbaro é praticado, pela inexistência de uma imprensa que defenda a justiça e o direito acima de qualquer poder!

Armando COSTA ROCHA PRAVDA.Ru BRASIL

 
2913
Loading. Please wait...

Fotos popular