Pravda.ru

Notícias » unknown


Os programas de Gorbachev foram bem sucedidos?

07.04.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Olá caro Timothy. Primeiramente tenho que elogiar o conteúdo imparcial e dinâmico de Pravda. Sua cobertura dos fatos de forma independente nos torna mais conscientes das diversas realidadea nas quais estamos inseridos e, que muitas vezes não temos conhecimento.

Gostaria de saber qual a sua visão sobre os programas Perestroika e Glasnost de Gobachev. Você acha que foram bem sucedidos? Elas foram planejadas para democratizar e renovar a União Soviética ou sua pretensão era de fato o capitalismo?

Você acha que se a comunidade de segurança tivesse sido bem suceddida durante o golpe contra Gorbachev em 1991 ainda existiria a URSS? Qual a sua visão geram do governo Gorbachev? Putin seria um herdeiro da visão inovadora deste ou um partidário do capitalismo desenfreado? Obrigado, Rodrigo de Souza

Olá Rodrigo

E obrigado pela sua carta interessante.

Em primeiro lugar, sim, tentamos apresentar um jornal equilibrado que contém vários pontos de vista, entendendo que é o leitor que tem de decidir onde ele fica em termos de opinião e é o papel da mídia apresentar a informação de forma a permitir-lhe escolher sozinho. Senão, não é mídia, mas sim propaganda.

Se isso quer dizer também apresentar umas verdades que os jornais “comprados” e o jornalismo “comprado”, dirigido por grandes grupos económicos com interesses próprios, não apresentam, assumimos isso como parte do nosso papel, pois sendo independentes, não temos medo de ninguém.

Quanto a Mikhail Sergeyevich (Gorbachev, pronunciado Gor-ba-tchOF), a perestroika (re-estruturação) e glasnost (abertura) foram uma tentativa de mudar o sistema de cima para baixo, de dentro para fora, e não de baixo para cima e de fora para dentro, o que aconteceu com o bêbado Boris Nikolaievich (Eltsin, uma vergonha nacional, cuja obra foi destruir um país em dez anos e quase entregá-lo aos Estados Unidos).

Gorbachev, no meu entender, estava a tentar abrir o comunismo e o sistema soviético, não entendendo que a sua boa vontade não estava ser reciprocado do outro lado da muralha de desinformação construído pelo Ocidente. Penso que ele não estava tentando construir um sistema capitalista porque ele entendeu, e bem, que se o sistema soviético tinha problemas, então também o sistema capitalista os tem – basta dizer que no último ano da URSS em 1990, o PIB da Rússia era o dobro do que era em 2000, por isso, não vamos ser duros demais com o sistema soviético.

O que o Gorbachev entendeu, no meu ponto de vista, foi uma abertura do tipo experimentado pela RP China.

Quanto à democratização da URSS...temos aqui de ver o que é a democracia. Se a democracia no ocidente é as pessoas votarem por uns 200 ou 300 ou 400 pessoas que vão depois gerir o país no seu nome, então temos de ver que na URSS, as pessoas votaram para muito mais pessoas do que isso, para gerir o país no seu nome – o Partido Comunista tinha uns dez milhões de membros ativos.

O que havia era um controlo mais ativo que fazia com que a droga não estivesse presente nas ruas, que as pessoas poderiam passear a qualquer hora de dia ou noite sem qualquer problema, não havia pornografia exposta ao público. Os cidadãos tinham direito a uma casa, a uma pensão, a comida, a um emprego, a uma educação e um sistema de saúde excelente, dentro dum estado seguro e forte, e tudo isso gratuitamente. Até o direito a vodka tinham. Nada mau, no meu entender.

O que não havia era um sistema que recompensava o trabalho e o mérito individual, que o homem precisa para se motivar e aí é que foi a lacuna – o controlo de qualidade era fraco e também o Ocidente criou um clima de guerra e tudo fez para sabotar o projecto, pois contrariava os interesses dos que controlam a riqueza neste mundo.

De qualquer modo, não vamos ser demasiado saudosistas da União Soviética, pois já que tinha conseguido realizar todos os seus objectivos, estava na hora de partir para outro e é isso que foi continuado por Vladimir Vladimirovich (Putin).

No meu entender, Gorbachev apontou o caminho, Eltsin interrompeu-o tão barbaramente, como um bêbado que entra na igreja durante um casamento, arrota alto, para o som ecoar por todo o edifício, urina no chão e rouba a caixa do ofertório, depois cambaleia para fora, vomitando as escadas. A igreja limpa, o casamento prossegue normalmente e para mim é essa a imagem da Federação Russa de hoje.

Por isso acho que já que o Gorbachev estava alterando a URSS, que seu tempo útil já tinha expirado e que teria havido uma mudança com ele ou sem ele. É pena que a década de Eltsin fez com que houvesse tantos soluços pelo caminho e interferiu com o processo de mudança e alteração regrada.

No entanto, a Rússia está abordando seus problemas de forma eficaz e aborda a comunidade internacional do mesmo modo, utilizando um processo de diálogo, debate, discussão e democracia, enquanto outros estados gostam de utilizar tácticas de choque e pavor e ganhar corações e mentes, semeando liberdade e democracia por implantar bases militares e chacinar dezenas de milhares de pessoas. Mas que grande diferença!

Um abraço de amizade Timothy BANCROFT-HINCHEY PRAVDA.Ru

 
5342
Loading. Please wait...

Fotos popular