Pravda.ru

Notícias » unknown


QUAL É O LIMITE DA LOUCURA?

06.10.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O ataque de Israel ao território Sírio caracteriza uma flagrante violação dos Direitos Internacionais. Para o governo norte-americano, o ato não foi condenável. Novamente, com base em suspeitas e fantasias, acusa que a Síria faz parte do eixo do mal. Percebam que é muito mais que uma acusação: na verdade é uma condenação imposta pela nação mais poderosa e destruidora do mundo.

O engraçado é a troca de foco do assunto em discussão: Israel fez um ataque dentro do território Sírio. Para os Estados Unidos, a Síria dá proteção aos terroristas. São dois fatos absolutamente distintos, diversos. Se alguém deseja discutir se os Sírios protegem ou não terroristas, deve propor novos debates com base em fatos comprovados e não apenas, suspeitados.

O jogo é simples: um novo conflito internacional poderia salvar o Governo Bush da enrascada mentirosa que se meteu no Iraque. E quando o bicho está acuado, o perigo da loucura é iminente.

Há muito tempo Israel e os Estados Unidos são a mesma coisa. Há muito tempo Israel viola as resoluções das Nações Unidas sem enfrentar qualquer problema. Há muito tempo as Nações Unidas perderam a credibilidade e agora, o respeito internacional.

No caso da Síria, o primeiro passo é realizar uma consulta jurídica aos ditames internacionais. Ocorreu ou não a violação dos direitos internacionais? Posteriormente discute-se a atitude que o mundo deve tomar em relação a este caso.

As mentiras foram longe demais. O próprio ex-ministro do Exterior do Governo Blair, Robin Cook, testemunhou a mentira imposta ao mundo inteiro. Ele diz, no The Sunday Times, que Blair sabia da não existência de armas de destruição em massa do Iraque. Mesmo assim, jurou de pés juntos com Bush e Aznar que estas armas não existentes representavam perigo iminente para o mundo. O que estes senhores são? Mentirosos? Loucos? Jogadores? Donos do mundo? Seres superiores? Ou extraterrestres?

Se você fosse estrategista, e percebesse claramente que o governo Bush está em xeque mate, qual seria o melhor caminho a adotar? Procure não pensar com muito bom senso ou lógica. Estes ingredientes estão fora do jogo.

No reino do vale tudo, desde a CIA assassinar quem que quiser, até inventar falsos dossiês, interessaria por mais lenha na fogueira. Voltamos à Idade Média.

Orquiza, José Roberto 52 anos, consultor de marketing, autor dos livros Jogo da Vitória, Editora Juruá; Dez Lições de Sucesso, Editora Posigraf; Fato ou Boato, Você Decide, Ieditora. Formação: Filosofia e Ciências Econômicas. Especialização: Análise Empresarial. Contato: workisa@onda.com.br

 
2700
Loading. Please wait...

Fotos popular