Pravda.ru

Notícias » unknown


Papaizinho! Como é que o Senhor Bush ficou tão famoso?

02.02.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Pergunta:Sim mas tenho estado a fazer uma pesquisa para meu projecto escolar e parece que a sua família tem uns laços pouco recomendáveis. Poderia dizer-me algo acerca disso?

Resposta:Quais laços? Primeiro, foi governador de Texas, depois foi eleito como representante oficial do Partido Republicano e depois foi eleito democraticamente não uma vez, mas duas! É um senhor muito popular!

Pergunta:Bem, as duas eleições foram um tanto estranhas. E tão popular, que nem sequer se atreve a sair dum avião na maioria dos países. Mas não, estava pensando mais numa linha de conexões com os Nazistas, com o tráfico de drogas e claro, o registo de George W. Bush como Governador de Texas, onde enviou um número recorde de pessoas às suas mortes.

Resposta:Bem filho, ele disse que era para salvar almas, e de qualquer modo como é que o Presidente poderia ter ligações com os Nazis? Nasceu em 1946, depois da guerra terminar.

Pergunta:Não, foi seu avô, Prescott Sheldon Bush, que tinha ligações de negócios com figuras de destaque no regime dos Nazistas.

Resposta:Como é que sabe?

Pergunta:Bem, está aqui nos registos. Em 20 de Outubro de 1942, sob o Decreto Negociar com o Inimigo, as acções da Union Banking Corporation foram impugnadas pelo US Alien Property Custodian. Prescott Bush era Director e accionista da UBC. Tinha outros negócios noutras firmas que canalizaram fundos aos empresários Nazistas, entre os quais Fritz “Eu financiei o Hitler” Thyssen.

Resposta:Bem, isso poderia ser boatos.

Pergunta:Boatos, como? Se está nos registos oficiais? E então, o que diz acerca de outra das suas firmas, a Silesian-American Corporation, gerido por Prescott Bush, também impugnado em 17 de Novembro de 1942, por relações com Alemanha Nazista?

Resposta:Mas o que tem isso a ver com George Bush?

Pergunta:Estava um bocado surpreendido que alguém com um historial familiar deste tipo pudesse ficar perto da Casa Branca. Em alguns países, nem sequer chegaria à prefeitura, especialmente com o registo do sei pai relativamente a negócios com traficantes de droga.

Resposta:Vai lá, filho, pelo amor de Deus! Veja a televisão, ou coisa que valha. Olhe, temos agora os Simpsons, depois um bom filme americano, “Como nós salvámos o mundo!”

Pergunta:Os Simpsons? Com aqueles arrotos e tudo? Não obrigado pai, prefiro cultivar-me. Pois, mas também há provas que ligam a CIA durante o tempo quando George Herbert Bush era Director e quando era Vice-Presidente e Presidente, com negócios com traficantes de drogas em Afeganistão e América Latina. Heroína e Haxixe dum continente e cocaína do outro. O dinheiro oriundo destas drogas foi utilizado para financiar programas que teriam sido considerados demasiado caros por aqueles que controlavam as finanças em Washington.

Resposta:Sim mas isso não quer dizer que George Bush Sénior era traficante de drogas.

Pergunta:Ele pessoalmente, não mas foi ele que era ultimamente o responsável numa estratégia que visou por exemplo ligações com o paquistanês Ayub Afridi, apanhado com 6,5 toneladas de haxixe na Bélgica. Foi envolvido no financiamento dos Mujaheddin no Afeganistão, onde os antecessores dos Talebã estavam a desestabilizar um dos regimes mais progressivas no mundo muçulmano, o de Dr. Najibullah. Algumas fontes afirmam que as drogas de Afridi se destinavam para o mercado dos Estados Unidos.

Resposta:Ai pelo amor de deus, filho! Isso é absurdo! A família dos Bush nunca iriam inundar o mercado doméstico com drogas para financiar suas operações no estrangeiro!

Pergunta:Ninguém está afirmando isso. Simplesmente estou relatando ao papaizinho minha pesquisa na Internet para meu projecto escolar. Também descobri que armazenavam heroína nas plataformas de petróleo no Golfo de México, em águas territoriais internacionais e que era trazido para os Estados Unidos por pessoas com ligações com o governo, na década de 1980.

Resposta:Olhe! Prefiro nem saber! Cale-se, tá bem! Vai dormir, seu fedelho, não sabe a sua estação, seu irreverente! Cale-se, e cale-se agora, senão dou-lhe uma tareia das antigas!

Pergunta:O pai tem estado a ler muitos livros de quadradinhos com histórias de liberdade e democracia e liberdade de expressão. Hmmm…Hitler, heroína, haxixe, armas, destruição, morte…família simpática, n’é? Boa noite, papai!

Timothy BANCROFT-HINCHEY PRAVDA.Ru

 
4761
Loading. Please wait...

Fotos popular