Pravda.ru

Notícias » Incidentes


Pedófilos frequentavam a praia nudista em Taquara

20.12.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Pedófilos frequentavam a praia nudista em Taquara

O casal de norte-americanos Frederich Louderback, 63, e Barbara Anner, 72, foi preso em Taquara (73 km de Porto Alegre, RS), sob suspeita de pedofilia. Dois brasileiros também foram presos suspeitos de ligação com o caso. Todos frequentavam a comunidade naturista  Colina do Sol. Laudos de avaliação psicológica feitos em duas crianças também naturistas apontam que elas foram vítimas de abuso sexual, segundo a Folha OnLine .

 De acordo com o site Terra, ontem FBI - polícia federal dos EUA - confirmou o relacionamento de Frederic Calvin Louderback, o Fritz, com um pedófilo que está sendo caçado em todo o mundo. O foragido, que não teve o nome divulgado, é procurado pelos agentes do FBI, e morou como visitante na cabana dos acusados, na Colônia Naturista Colina do Sol (CNCS), entre 2004 e 2005, segundo o documento.

 O FBI entregou o relatório ao delegado Juliano Ferreira, da Delegacia de Homicídios e Desaparecidos (DHD). Na terça-feira, Fritz e a mulher, Bárbara Anner, 72 anos, que também foi presa, prestaram depoimento ao agente Ronald Hendren, adido adjunto do FBI na embaixada dos Estados Unidos, que esteve no Rio Grande do Sul para investigar o caso.

Segundo o delegado Ferreira, Louderback acabou admitindo, no depoimento, que conhecia o foragido, um praticante de nudismo. No relatório com mais de 50 folhas, deixado pelo agente Hendren, consta que Fritz foi investigado também em 2000 por causa de outra denúncia de pedofilia em San Diego, na Califórnia, além da denúncia de abuso, em 1980.

A polícia ainda está analisando o conteúdo dos oito computadores apreendidos na cabana de Louderback. O objetivo é tentar confirmar a existência de imagens de pedofilia e o envio delas pela Internet. Quase dez meninos já foram identificados como vítimas de abusos sexual que teria sido cometido pelo casal.

O delegado Ferreira vai pedir a prisão preventiva dos dois casais. Se a Justiça de Taquara aceitar o pedido, os suspeitos ficarão presos por até 81 dias.

 
2139
Loading. Please wait...

Fotos popular