Pravda.ru

Notícias » Incidentes


Operação Saturação ataca o tráfico de drogas na favela da Zona Sul

12.09.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Operação Saturação ataca o tráfico de drogas na favela da Zona Sul

A Operação Saturação, entra em ação para reduzir a criminalidade no local. A operação começou às 6h, com 667 policiais militares, 201 carros, 67 cavalos e dois cães. Seiscentos policiais da Tropa de Choque da Polícia Militar cumprem 128 mandados de prisão na Favela Alba, no Jabaquara, Zona Sul, informa G1.

O objetivo da Operação Saturação é combater o narcotráfico dentro da favela. A polícia tenta identificar as pessoas contra as quais existam mandados de prisão.

O comandante da operação, coronel Joviano Conceição Lima afirma que a operação não tem data para terminar. "Hoje é um dia crítico porque não sabemos das reações", disse o coronel, completando que em nenhuma das outras nove operações realizadas sob o prefixo Saturação houve problema com a comunidade.

Virada Social

Essa é a 10 Operação Saturação realizada pela polícia militar, a segunda que também terá ações sociais. "A idéia neste primeiro momento é estabilizar socialmente a região", disse o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Ronaldo Marzagão.

Segundo o secretário, o projeto piloto da operação policial precedendo o programa "Virada Social", de ações integradas para promover a cidadania na comunidade, foi feito no Jardim Elisa Maria, na Zona Norte da Capital. Iniciada em meados de março, a Operação Saturação no Elisa Maria foi a mais longa, e durou 81 dias.

De acordo com Marzagão, os índices de criminalidade no local diminuíram consideravelmente, e se mantiveram baixos após o término da Operação Saturação.

"A população às vezes vê com certa preocupação (a operação) porque imagina que a idéia é uma ocupação que não respeita os direitos delas. Mas a idéia é justamente o contrário. Hoje, vou ao Elisa Maria e as pessoas me pedem para não tirar o policiamento comunitário de lá", afirmou. O secretário de Segurança Pública não soube, no entanto, informar qual o custo da operação.

Além de Marzagão, o secretário estadual de Desenvolvimento e Assistência Social Rogério Amato também participou da cerimônia de abertura da operação nesta manhã. Como o secretário de Segurança Pública, ele citou o projeto no Jardim Elisa Maria como exemplo de sucesso e afirmou que há mais três áreas em São Paulo sendo estudadas para receberem o "Virada Social".

"Ao invés de ter o crime organizado, você tem o povo organizado", disse. Ainda segundo Amato, às 17h desta quarta-feira haverá um primeiro encontro entre a comunidade da Favela Alba e os organizadores da operação.

A primeira ação do Virada Social na favela será a instalação de uma clínica odontológica, prevista para 21 de setembro, quando a polícia espera já ter estabilizado a área.

 
2909
Loading. Please wait...

Fotos popular