Pravda.ru

Notícias » Incidentes


Ribeirão Pires: Madrasta conta sua versão de assasinato dos enteados

10.09.2008 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A Polícia Civil investiga o assassinato de dois meninos ocorrido na sexta-feira passada em Ribeirão Pires ( Grande SP). A madrasta dos irmãos, Eliane Aparecida Antunes Rodrigues, que confessou participação no crime, contou que os corpos foram embebidos com o combustível e queimados para, depois, serem esquartejados.

 Além de confessar envolvimento nas mortes, descreveu a cena do crime com riqueza de detalhes, segundo Diário do Grande ABC.

Ouvida pela polícia na segunda-feira, ela contou que os meninos assistiam televisão na sala, na última sexta, quando o pai deles chamou o mais velho( João Vitor  de 13 anos) para "uma conversa" na cozinha. Eliane, que estava no quarto, disse ter ouvido "barulhos estranhos", mas não imaginava o que estava acontecendo no outro cômodo da casa. A madrasta garante não ter escutado gritos ou pedidos de socorro.

Na seqüência, o segurança também chamou  outro menino, Igor, para uma conversa, e depois disso se sucedeu um período de silêncio.

Passados alguns minutos, Eliane foi até a cozinha e se deparou com os garotos caídos no chão, aparentemente já sem vida e com sacolas plásticas na cabeça. Ainda de acordo com a versão dela, o marido levou os filhos para os fundos da casa, colocou um corpo ao lado do outro, cobriu-os com um lençol, jogou querosene e ateou fogo.

Depois de um tempo, a madrasta disse que Rodrigues apagou as chamas com água e que, naquele momento, "as crianças já estavam bem carbonizadas". Foi então que o segurança decidiu esquartejar as vítimas, com a ajuda de Eliane, e colocar os pedaços em sacos de lixo.

Após o esquartejamento, o segurança tomou um banho e foi trabalhar. A madrasta, que ficou em casa, disse ter recebido dele a tarefa de "dar um fim" nos sacos de lixo — ela depositou dois deles em diferentes pontos da cidade e os três restantes foram colocados na calçada em frente à própria casa.

Por volta das 22h do mesmo dia, Rodrigues telefonou para perguntar se "estava tudo certo", e Eliane disse que sim. Em seguida, ela ligou para uma irmã do marido para dizer que as crianças estavam desaparecidas.

 
2252
Loading. Please wait...

Fotos popular