Pravda.ru

Notícias » Incidentes


Pedófilo português reconhece a culpa

09.02.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O cidadão português Sérgio Luís Contreias Guerreiro que está julgado na Letónia por abuso sexual de menores reconheceu parcialmente a sua culpa perante o Tribunal de Riga, noticiou hoje a agência Baltic News Service, escreve a Lusa.

A agência noticiosa não especifica quais as acusações em que Sérgio Guerreiro se assume como culpado. No julgamento, que começou em Dezembro, mas foi adiado para 6 de Fevereiro, o Sérgio Guerreiro recusou as acusações de que teria «mantido crianças reféns» e que «as teria obrigado, com recurso à violência, a praticar sexo».

A polícia da Letónia deteve o cidadão português, de 29 anos, a 1 de Junho de 2006, acusando-o de pedofilia. Os crimes foram descobertos por um psicólogo de um dos centros de apoio à infância de Riga, que obteve revelações de dois menores, respectivamente de 12 e 8 anos, alegadamente violados por Sérgio Luís.

Ints Kuzius, chefe da Polícia Criminal de Riga, declarou então ao diário Diena que o suspeito foi detido depois de na sua residência terem sido encontradas provas dos crimes cometidos pelo português, recusando-se, contudo, a revelar que tipo de provas.

Sérgio Luís visitava frequentemente a Letónia na qualidade de turista e procurava crianças nos cafés ou estações ferroviárias e rodoviárias, segundo a polícia. Como falava russo, não tinha dificuldade em entrar em contacto com menores, principalmente rapazes, que alegadamente levava para um apartamento ou para um lugar deserto, onde, recorrendo à força, os violava

 
1573
Loading. Please wait...

Fotos popular