Pravda.ru

Notícias » Cultura


Convite do Instituto Cubano do Livro

03.11.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Com o objetivo de reconhecer e divulgar o pensamento crítico sobre os problemas e desafios do mundo contemporâneo, a partir de uma ampla perspectiva antiimperialista e solidária, o Instituto Cubano do Livro convoca ao

Concurso de Ensaio "Pensar à Contracorrente".

Este prêmio, ao incentivar a circulação do pensamento hoje disperso, silenciado e marginalizado pelos grandes circuitos de dominação, aspira a contribuir para estruturar um sistema ativo de idéias na esfera das ciências sociais e da cultura, que promova a mudança e a resistência ao poder hegemônico. JURADOS

Emir Sader - Presidente (Brasil)

A obra de Emir Sader é muito conhecida na América e Europa. Sociólogo, autor de ensaios e jornalista. Formado em Filosofia, com Doutorado em Ciências Políticas, na Universidade de São Paulo. Professor de longa trajetória, especialista na América Latina. Foi presidente da Associação Latino-americana de Sociologia (ALAS).

Atualmente é professor nas universidades de São Paulo (USP) e Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Na primeira, ministra pós-graduação sobre a América Latina, e na segunda é o Coordenador do Laboratório de Políticas Públicas da UERJ. Dirige a revista América Libre. Autor de numerosos livros, entre eles: La Revolución Cubana (A Revolução Cubana), Ed. Perspectiva, 1975; Fidel Castro (selection et introduction), Ed. Atica, 1986; Conversaciones (com Frei Betto) (Contraversões), Ed. Boitempo, 1999; Siglo XX: una biografía no autorizada: un siglo de imperialismo (Século XX-uma biografia não autorizada: um século de imperialismo), Ed. Fundação Perseu Abramo, 2000; Sem perder a ternura - O livro de pensamentos de Che Guevara, Ed. Record, 2000; As armas da crítica e a crítica das armas - Karl Marx (organization et introduction), Ed. Record, 2001.

Elmar Altvater (Alemanha)

Catedrático de Economia Política da Universidade Livre de Berlim. Um dos mais prestigiosos economistas políticos na Europa, autor de mais de uma dúzia de livros que abordam um amplo leque de assuntos, inclusos o sistema econômico mundial, a teoria de crises, a teoria do estado, a terceira crise da dívida mundial, e os problemas do meio ambiente global. Cinco de seus livros foram traduzidos para o inglês, entre eles El Futuro del Mercado (1993). É co-editor do jornal Prokia.

Immanuel Wallerstein (EUA)

Um dos mais conhecidos estudiosos e pesquisadores da Universidade de Yale, autor de The End of the World As We Know It: Social Science for the Twenty-First Century (Minneápolis: Universidade de Imprensa de Minnesota, 1999). Foi prestigiado com o grau de Doutor Honorário em várias universidades: na de Paris, na Universidade Nacional do México e na Universidade de Bruxelas, entre outras. Desde 1976 é Professor Distinguido de Sociologia na Universidade de Binghamton (SUNY) e Diretor do "Fernand Braudel", Centro para o Estudo da Economia, Sistemas Históricos e Civilizações. Interessou-se, primeiro, na luta pela independência na África, porém, sua ligação ao longo dos anos com esses conflitos ampliou seu enfoque, incluindo progressivamente a justiça social mundial. Publicou, entre outras obras: Introducción al capitalismo (1983); Agonías del capitalismo (1993); Paz, estabilidad y legitimación 1990-2025/2050 (1995), La reestructuración capitalista y el sistema mundial (conferência magistral no Congresso da Associação Latino-americana de Sociologia, realizado no México de 2 a 6 de outubro de 1995) e Ecología y costes de producción capitalistas: No hay salida (1997).

Samir Amin (Egito)

Samir Amin é um teórico prolífico, de origem africana, cuja obra começou a ser divulgada há três décadas, ao ser publicada sua tese de pós-graduação, apresentada na Universidade de Paris, sobre "A Acumulação em Escala Mundial". Desde então, sua visão do sistema global, a partir da perspectiva do Terceiro Mundo, foi espelhada em numerosos livros e matérias. Merecem destaque: Imperio del caos (1993); Mundialización y acumulación (1993); La desconexión (Ediciones Colihue, 1998); El hegemonismo de EE.UU. y el desvanecimiento del proyecto europeo (Ed. El Viejo Topo, 2001); Miradas a un medio siglo e El capitalismo en la era de la globalización (Ed. Paidós), os dois últimos publicados em 1999. Some-se a isto seu trabalho incansável como consultor de vários governos africanos e das organizações criadas por estes para debater sua inserção no panorama mundial.

Fredric Jameson (EUA)

Ao longo de várias décadas foi professor nas universidades de Harvard, San Diego, Yale e Duke, entre outras. Professor Distinguido de Literatura Comparativa, e diretor do Programa de Literatura e do Centro para a Teoria Cultural. Fez trabalhos de edição e co-edição. Tem sido alvo de várias homenagens, entre elas a da Academia Americana das Artes e Ciências, em 1984. Entre suas obras publicadas cabe mencionar: El Marxismo y Forma: Vigésimo Siglo Teorías Dialécticas de Literatura, 1971; La Prisión-casa de Idioma: una Cuenta Crítica del Estructuralismo y el Formalismo Ruso, 1972; Las Fábulas de Agresión: Wyndham Lewis, el Modernista como Fascista, 1979; El Político Inconsciente: La Narrativa como un Acto Socialmente Simbólico, 1981; Las Ideologías de Teoría, Ensayo 1971-1986, 1988; Postmodernismo y las Teorías Culturales, 1989; Tarde el Marxismo: Adorno, o, La Persistencia de la Dialéctica, 1990; Las Firmas del Visible, 1990; El postmodernismo o la lógica cultural del capitalismo avanzado, Ed. Paidós, 1991; El Geopolítico Estético: el Cine y Espacio en el Sistema Mundial, 1992; Las Semillas de Time, 1994; El Giro Cultural (Escritos selecionados sobre o pós-Modernismo), Ed. Manantial, 1983-1998; La Estética Geopolítica, Ed. Paidós, 1995; Teoría de la Postmodernidad, Ed. Trotta, 1996; Brecht y Método, 1998; Estudios Culturales: Reflexiones sobre el multiculturalismo (com Slavoj Zizek), Ed. Paidós, 1998; La Postmodernidad y el mercado, Ed. Trotta, 1998; Las semillas del Tiempo, Ed. Trotta, 2000.

Dra. Ana Esther Ceceña (México)

Economista mexicana. Doutora em Relações Econômicas Internacionais pela Universidade de Paris I - Sorbona. Pesquisadora titular do Instituto de Investigações Econômicas da UNAM. Membro do Sistema Nacional de Investigadores. Especializada nos estudos da "Hegemonia Econômica Mundial", e Coordenadora do projeto "Paraíso maia:

competência internacional e disputa pelos recursos estratégicos".

Membro convidada do Conselho Consultivo Internacional do Centro de Estudos sobre Transnacionalização, Economia e Sociedade (CETES), com sede em Santiago do Chile. Responsável pelo projeto "Neoliberalismo e Resistência". Coordenadora do Grupo de Trabalho Hegemonias e Emancipações de CLACSO sobre Economia Internacional, dirigido pelo Dr. Emir Sader. Tem ministrado palestras no México e no exterior, e apresentado trabalhos em cerca de vinte congressos nacionais e internacionais (México, França, Bélgica, Alemanha, Argentina, Brasil e Guatemala). Diretora da Revista-livro Chiapas, com nove volumes publicados. Entre suas primeiras obras estão Industria maquiladora de exportación. Bibliografia comentada, México, UNAM - IIEc, 1991; Producción estratégica y hegemonía mundial, México, Siglo XXI Editores, 1995; La internacionalización del capital y sus fronteras tecnológicas, México, Ed. El Caballito, 1995 (co-autor: Andrés Barreda); Le soulèvement zapatiste au Chiapas, Cahiers du CELA-IS, nº 7, Universidade Livre de Bruxelas, Bruxelas, 1996 (Coordenadora com Patricio Nolasco); La Tecnología como instrumento de poder, México, Ed. El Caballito, 1998; Reflexionen einer Rebellion. Chiapas und ein anderes Politikverständnis, Münster, Alemania, Westfälisches Dampfboot, 2000 (com Ulrich Brand).

Fernando Martínez Heredia (Cuba)

Historiador, filósofo e autor de ensaios. Professor e investigador titular da Universidade de Havana. Doutor em Direito. Foi diretor do Departamento de Filosofia da Universidade de Havana (1966-1971) e da revista Pensamiento Crítico. Publicou numerosas matérias em revistas cubanas e internacionais. Autor de vários livros, entre eles:

Desafíos del socialismo cubano; El Che, el socialismo y el comunismo; En el horno de los noventa e Corrimiento hacia el rojo. Co-autor de Che Guevara para hoy. Atualmente é investigador titular do Centro de Desenvolvimento e Pesquisas da Cultura Cubana "Juan Marinello".

Instituto Cubano del Libro Tacón # 4 Esq. a O'Reilly La Habana Vieja, Ciudad de la Habana. Cuba. web: http://www.cubaliteraria.com/premio/contracorriente/ email: contracorriente@cubaliteraria.com

 
8796
Loading. Please wait...

Fotos popular