Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Cena Lusófona

31.03.2013 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Cena Lusófona. 18054.jpeg

A Cena Lusófona e a AD - Acção para o desenvolvimento organizam em Bissau, no próximo mês de Abril, uma oficina de interpretação teatral. A iniciativa faz parte do projecto internacional P-STAGE, financiado pela União Europeia e pelo Secretariado dos Países ACP, no âmbito do programa ACP Cultures. As inscrições estão abertas até 5 de Abril.


A oficina é dirigida pelo actor, autor, guionista  e encenador galego Cándido Pazó e destina-se a actores e actrizes de teatro, maiores de 18 anos. Decorre entre 8 de Abril e 4 de Maio e resultará na apresentação de um exercício-espectáculo, a apresentar em Bissau. Do grupo de formandos serão seleccionados dois actores/actrizes para integrar o elenco internacional da produção "As Orações de Mansata", de Abdulai Sila, a produzir em 2013, no âmbito do projecto P-STAGE - Portuguese-Speaking Theatre Actors Gather Energies (IV Estágio Internacional de Actores).


Do elenco deste espectáculo final farão parte ainda actores angolanos e são-tomenses (seleccionados em oficinas idênticas) e actores portugueses e brasileiros. Iniciado em Novembro de 2012, o projecto P-STAGE é uma parceria entre a Cena Lusófona, a AD e o Elinga Teatro (Angola), tendo ainda como associados o Centro de Intercâmbio Teatral de São Tomé; A Escola da Noite - Grupo de Teatro de Coimbra, a Companhia de Teatro de Braga e o Theatro Circo (Portugal); e o Teatro Vila Velha (Salvador, Brasil).


As inscrições para a oficina podem ser feitas mediante o preenchimento de uma ficha disponível online, na página do projecto (http://pstage.wordpress.com/).

Cándido Pazó
Cándido Pazó (Vigo, 1960) é um actor, autor teatral, guionista de séries televisivas e encenador galego, com vários espectáculos premiados: "Commedia, un xoguete para Goldoni" (Prémio Compostela 93 e Prémio de la Crítica del País Valenciano 94), "Nano" (Prémio María Casares 99), "García" (Prémio María Casares 2005), "Emigrados" (Prémio Max 2008), entre outros.


Ao vivo, na rádio ou na televisão, Cándido Pazó é assíduo em locais onde se programem todo o tipo de espectáculos orais: histórias, contos, humor, monólogos, narrações, etc. Actuou como narrador e participou em seminários sobre a oralidade nas Universidades de Santiago, Vigo, Coimbra, Salamanca, Barcelona, Minho, Varsóvia, Cracóvia, Montevideo, Bogotá, entre outras. Foi seleccionado pelo Fórum Barcelona 2004 para fazer temporada no seu espaço dedicado à oralidade.


Autor da maioria das suas histórias (ainda que também recorra à tradição e à literatura) enquadra-se no chamado conto taberneiro ou de tertúlia onde anedotas, acontecimentos e personagens se sucedem numa demonstração de que a realidade supera a ficção. Participou na V e na VI Estação da Cena Lusófona (São Tomé, 2002 e Coimbra, 2003) e esteve presente em todas as edições do Encontro Internacional sobre Políticas de Intercâmbio, entre outras colaborações com a associação.


Cena Lusófona
Rua António José de Almeida, 2 - 2º
3000-040 COIMBRA
PORTUGAL
+ 351 239 836 679
+ 351 917 667 808 (Pedro Rodrigues)
www.cenalusofona.pt

 

 
4065
Loading. Please wait...

Fotos popular