Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Embaixador da Boa Vontade do UNICEF David Beckham visita Suazilândia

18.06.2016 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Embaixador da Boa Vontade do UNICEF David Beckham visita Suazilândia. 24557.jpeg

Embaixador da Boa Vontade do UNICEF David Beckham visita Suazilândia para concentrar a atenção sobre as crianças em risco devido a crise da seca na região

Hoje, 17 de Junho, comemora-se o Dia Mundial de Combate à Desertificação e à Seca sob o lema

'Cooperação inclusiva pela neutralização da degradação da Terra'

LONDRES/MBABANE, Suazilândia, 17 de Junho de 2016 - O Embaixador da Boa Vontade do UNICEF, David Beckham, viajou para Suazilândia na semana passada para ver como o 7: The David Beckham UNICEF Fund (7: o Fundo David Beckham UNICEF) está ajudando ao UNICEF a apoiar e proteger crianças seropositivas. Durante a sua visita, Beckham ouviu e viu como a pior seca em décadas -agora tomando conta de vastas áreas da África Oriental e Austral- está ameaçando causar danos na vida das crianças e famílias já vulneráveis devido ao HIV.

Durante a sua visita a Suazilândia, o país com o maior índice de infecção de HIV no mundo (26 porcento dos adultos 15-49 anos), Beckham encontrou mães e crianças que vivem com o HIV em alguns dos domicílios mais pobres de Lubombo e Shiselweni. Ele viu como o seu fundo está ajudando ao UNICEF a fornecer tratamentos às crianças e assistências que salvam vidas, e viu como  o Fundo 7 está empenhado em contribuir 27% do orçamento anual do UNICEF Suazilândia para o HIV/SIDA nos próximos três anos.

O Embaixador da Boa Vontade do UNICEF disse: "No ano passado eu lancei o meu próprio Fundo com o UNICEF, porque eu queria ajudar a construir um mundo mais seguro para as crianças. Sinto-me muito orgulhoso de estar na Suazilândia para ver como o dinheiro arrecadado através do Fundo 7 está ajudando a manter saudáveis e seguras crianças vulneráveis afectadas pelo HIV e SIDA. Muitas das crianças que conheci, algumas das quais eram da mesma idade que os meus próprios filhos, tinham perdido um ou ambos dos pais devido ao SIDA, e são elas mesmas que agora vivem com o HIV. Como um pai de quatro filhos, foi difícil ouvir suas histórias a respeito dos desafios diários que enfrentam, desafios que agora estão sendo agravados por esta seca devastadora".

Beckham continuou: "As crianças que já são extremamente vulneráveis devido ao HIV agora estão em risco por uma nova crise que poderá ter um impacto devastador sobre as suas vidas. Em toda África Oriental e Austral milhões de crianças estão em risco de fome, escassez de água e doenças. Eu estou a falar em nome das crianças para garantir que elas não sejam esquecidas num momento em que precisam de nossa ajuda desesperadamente. Estou incitando a comunidade global a fazer todo o possível para ajudar ao UNICEF a salvar vidas providenciando alimentos, medicamentos e água potável para crianças que os necessitam tão desesperadamente".

Uma série de choques climáticos em 2014 e 2015 arruinou colheitas e empobreceu fontes de água, com um dos mais poderosos fenómeno 'El Niño' dos últimos 50 anos exacerbando a seca em toda a região. A dimensão da crise actual é sem precedência com crises alimentares acontecendo simultaneamente em 10 países da região, afectando cerca de 26 milhões de crianças.

O UNICEF está a trabalhar com governos e parceiros em toda África Oriental e Austral para reduzir o impacto da seca e salvar vidas através de ajuda humanitária, mas precisa urgentemente de US$ 226 milhões em 2016. Actualmente, a assistência humanitária disponível não está sendo o suficiente para satisfazer as enormes necessidades das crianças, com apelos em toda a África Oriental e Austral recebendo menos da metade dos fundos necessários.

"Esta seca - a pior em 35 anos - está a aumentar as vulnerabilidades das crianças de toda a região, colocando em risco milhões de vidas e meios de subsistência" disse Leila Gharagozloo-Pakkala, Directora Regional do UNICEF para África Oriental e Austral. "Em nenhum lugar isso é mais aparente do que em comunidades afectadas pelo HIV na África Austral, o epicentro mundial da pandemia do SIDA. As pessoas que vivem com o HIV são extremamente vulneráveis à insegurança alimentar, malnutrição e choques de rendimento. Se quisermos proteger os enormes ganhos que fizemos na prevenção e tratamento do HIV na região, é imperativo que a comunidade internacional urgentemente tome acções para limitar os efeitos deste período de seca prolongado na vida de muitas crianças e famílias do continente".

Os últimos dados revelam:

 

-      31,6 milhões de pessoas, incluindo 16 milhões de crianças, irão precisar de assistência alimentar em 2016 em toda África Austral;

 

-      19,5 milhões de pessoas, incluindo 10,5 milhões de crianças, precisarão de assistência alimentar este ano na África Oriental; das quais 10,2 milhões de pessoas, incluindo cerca de 6 milhões de crianças, vivem na Etiópia;

 

-      Mais de um milhão de crianças em toda a região estão sendo direccionadas este ano para o tratamento de desnutrição aguda grave, com o dobro de casos registrados em Angola, Malawi e Zimbabwe comparado com valores de 2015.

 

Em 2015 Beckham marcou o seu décimo aniversário como Embaixador de Boa Vontade do UNICEF com o lançamento do 7: The David Beckham UNICEF Fund (o Fundo David Beckham UNICEF) e assumiu o compromisso de promover conscientização e arrecadar fundos para proteger algumas das crianças mais vulneráveis do mundo. O Fundo está a ajudar ao UNICEF a oferecer programas que trazem mudanças drásticas nas vidas das crianças em todo o mundo, inclusive aquelas afectadas pelo HIV em Suazilândia.

 

Para descobrir mais sobre 7: The David Beckham UNICEF Fund visite www.7.org e para apoiar o trabalho do UNICEF a proteger crianças contra a crise da seca visite http://www.unicef.org/appeals/el-nino-crisis

 



 

  

Sobre o UNICEF

O UNICEF promove os direitos e o bem-estar de cada criança em tudo o que faz. Com seus parceiros, trabalha em 190 países e territórios para transformar esse compromisso em ações concretas que beneficiem todas as crianças, em qualquer parte do mundo, concentrando especialmente seus esforços para chegar às crianças mais vulneráveis e excluídas.

vickyg@unicef.org.uk

 

 
8015
Loading. Please wait...

Fotos popular