Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Filosofia humanística

16.02.2014 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Filosofia humanística. 19803.jpeg

Estudo por Armando Costa Rocha...

15).                                                          
Creio que se o homem começasse a raciocinar ajudado pela filosofia humanística, teria chegado a outro mundo.  Por quê? Porque não poderia tratar, por exemplo, de bondade, caridade, e humanismo, apresentando como autoridade máxima, um deus, de qualquer religião. Passamos por isso por uma experiência por demais traumatizante, e que nos deixou onde estamos hoje: falando, falando, falando, e falando, sem dizer NADA.


Ter pena dos outros - faz parte do humanismo.
Pedir e não mandar - faz parte do humanismo.
Não fazer mal a ninguém - faz parte do humanismo.


Não ter ambição - faz parte do humanismo.
Não ter egoísmo - faz parte do humanismo.
Não ter vaidade - faz parte do humanismo.
Creio que já disse o suficiente, para provar mais uma vez, que o humanismo e a religião não se misturam.


E a filosofia em geral? Não digo que não serviu para nada; mas, várias partes dela foram desenvolvidas em épocas erradas e por isso não nos deixaram aprender os primeiros passos em direção ao conhecimento real do Universo.
Se tivéssemos pensado na filosofia humanística muitos séculos atrás, quem sabe, teríamos aprendido que o pensamento também é uma barreira, como o som e a luz; e pode nos levar muito mais longe, e em tempo ínfimo.


16).                                                
O humanismo, de acordo com a palavra que designa o homem como o ser humano, é a  humanidade que, de acordo com os dicionários, é  "sentimento de clemência de um ser por outro, ou compaixão". Logo, honestamente analisando, chegamos á lógica e verdadeira conclusão: não somos humanos, apesar de sermos considerados como tais. Por quem?  Por nós mesmos!


A dificuldade da criação da filosofia humanística estava no fato de que, os antigos filósofos ainda não tinham chegado ao ponto de abnegar a matéria como ponto principal para a vida e felicidade; sabedores do fim do caminho que a matéria levaria o homem. Mesmo sabendo, os filósofos preferiram continuar o seu trabalho filosófico, onde os seus bens materiais se multiplicariam; e a explicação do humanismo, tão oposto ao materialismo, não era necessária.


Onde se pensou que a religiosidade se mesclaria ao humanismo, com o decorrer dos séculos, se viu uma grande procura pela verdade, fugindo-se da teologia, por sua apresentação constante de fatos que batiam de frente com a lógica e a Verdade.


Com isso, vimos o mundo caminhar seguindo os antigos filósofos que, por sua vez, não combatendo às religiões (ao contrário do que deveria ter acontecido no desenvolvimento da mente humana à procura da Verdade) nos levaram, dentro da teologia em permanente contato com a filosofia, ao mundo imundo em que hoje vivemos!
 

17).


Hoje o mundo atravessa, depois de uma aparente estabilidade, uma inimaginável
falta de valores humanos. São desvalorizadas, ou melhor, esquecidas as mínimas necessidades obrigatórias para que tratemos os nossos semelhantes como iguais.


A luta constante e diária para sobressairmos materialmente de nossos "amigos" ou
vizinhos, nos coloca em atrito permanente com os mesmos. Esquecemos nessa hora
que pertencemos, muitas vezes, não só a mesma raça, mas a mesma nacionalidade e
até família.


O mundo, aparentemente é o mesmo de milênios; mas, o nosso modo de agir, nos
colocou abaixo de qualquer comparação com um (assim éramos chamados) animal
racional.


Não consigo mais compreender o porquê o homem mente sem parar, ofende sem
parar, agride sem parar, comunicando ao seu próximo a perplexidade em viver em um
mundo em que existem pessoas com essas péssimas qualidades.


A agressão do homem à Natureza, já não é um acaso; ele agora cria armas de
destruição em massa, usando a ciência como base para fazer artificialmente, furacões,
tufões, maremotos, terremotos, e sabe-se lá DEUS o que mais!


O pânico toma conta de pessoas como eu, que por menos que considere o homem,
nunca poderia imaginar que ele chegasse a essa, tão grande, desclassificação.
DEUS é falado cada vez mais, e sentido cada vez menos!


AMOR passou a ser só, descaradamente sexo!
Família, sua significação, só recorrendo ao dicionário!
O mais - continua a ser esse mundo imundo em que, infelizmente, eu vivo!

Armando Costa Rocha
 

 
6024
Loading. Please wait...

Fotos popular