Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Desafios Europeus do Artesanato debatidos por mais de 200 pessoas em conferência do CEARTE na FIA

15.07.2019 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Desafios Europeus do Artesanato debatidos por mais de 200 pessoas em conferência do CEARTE na FIA. 31356.jpeg

Desafios Europeus do Artesanato debatidos por mais de 200 pessoas em conferência do CEARTE na FIA

Além de dar a conhecer projetos europeus de apoio e intervenção no artesanato como o "CARPET - Craft, Art and People Together" e o "Craft & Art - Capacitar pela Inovação", a conferência debateu o manifesto para uma estratégia europeia para o artesanato.

Coimbra, 9 de julho de 2019 - Cerca de 200 pessoas (artesãos, técnicos de instituições ligadas ao Artesanato, e ainda, responsáveis do Instituto de Emprego e Formação Profissional, da Região de Turismo do Centro e da Federação Portuguesa de Artes e Ofícios), marcaram presença na conferência "Artesanato - Desafios Europeus", organizada pelo Centro de Formação Profissional para o Artesanato e Património (CEARTE), na FIA - Feira internacional do Artesanato, em Lisboa.

Além de dar a conhecer projetos europeus de apoio e intervenção no artesanato como o "CARPET - Craft, Art and People Together" e o "Craft & Art - Capacitar pela Inovação", a conferência debateu o manifesto para uma estratégia europeia para o artesanato.

Primeiramente, Catalina Bejarano, da Fundación Tres Culturas Del Mediterráneo, e João Amaral, do CEARTE, apresentaram os resultados do Projeto CARPET, uma parceria transnacional constituída, além destas duas entidades, pelo Creative Kernow (Redruth, Reino Unido) e pela APDN - Agence Pour la Promotion et le Dévelopement du Nord du Maroc (Tanger, Marrocos).

O Projeto CARPET decorreu no âmbito do programa Europa Criativa, da União Europeia, que promoveu, através de residências artísticas de 1 mês nos vários países, o contacto e a partilha de experiências entre artistas contemporâneos e artesãos, e aproximou o processo criativo dos cidadãos em geral com vista a

valorizar a criação artística como força motriz para o desenvolvimento social, cultural, económico e patrimonial.

A artesã Estela Melo, detentora da marca Ovelha Mãe, apresentou, na primeira pessoa, os resultados da sua participação, confirmando que estas residências artísticas entre artesãos e criativos de vários países são "uma grande mais-valia e uma experiência a repetir".

De seguida, Paulo Bairos, dirigente do IVBAM - Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira, apresentou o projeto Craft & Art, que decorre nas ilhas da Madeira, dos Açores e das Canárias, e que apoia os artesãos em 3 áreas: o fomento da produção de matérias-primas; a capacitação das pequenas e médias empresas desta arte no que respeita aos conhecimentos técnicos, de gestão e de marketing empresarial; e a afirmação do produto artesanal nos mercados locais e internacionais, abrindo novos circuitos de comercialização.

Por último, Ana Cristina Mendes, Diretora-Adjunta do CEARTE, apresentou o "Manifesto CRAFTING EUROPE", que defende uma estratégia europeia para o artesanato, num documento que foi recentemente apresentado à União Europeia por 30 entidades de referência no artesanato (entre as quais o CEARTE) de 20 países europeus, integrantes do World Crafts Europe.

Esta estratégia assenta num Plano de Ação e de medidas de resposta às principais necessidades de desenvolvimento e valorização do artesanato na Europa que passa, entre outras, por: assegurar a representação do artesanato em todas as suas dimensões através de programas de apoio europeus; apoiar medidas que contribuam para estimular o espírito empresarial e o acesso das empresas de artesanato aos mercados; combater o declínio da oferta de formação e da transmissão de competências; fazer investigação para identificar e quantificar o valor económico, educativo, cultural e social do artesanato para a europa; promover o reconhecimento e a proteção do setor do artesanato através de legislação; acolher um ano europeu do artesanato.

 

 
4699
Loading. Please wait...

Fotos popular