Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Venezuela lidera ranking latino-americano de apoio à democracia

09.11.2013 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Venezuela lidera ranking latino-americano de apoio à democracia. 19162.jpeg

Venezuela, Argentina e Uruguai são os países onde a democracia é o sistema político mais valorizado pela população, como apontado pelo instituto de pesquisas Latinobarómetro. O levantamento revela ainda que México, Guatemala e Honduras são as nações com o menor apreço ao regime. Entre os 18 países pesquisados, o Brasil está apenas em 13º lugar.

Por Vanessa Silva, do Portal Vermelho

O instituto aponta que a região como um todo vive um "momento de diminuição da pobreza, aumento da educação, do crescimento econômico" e que o nível de satisfação da população é o maior desde 1995. O otimismo acompanha a percepção de que a democracia é o melhor regime, mas aponta que há uma "demanda por mais democracia".

Para o levantamento, foram entrevistadas 20.204 pessoas em 18 países entre 31 de maio e 30 de junho, com margem de erro de 3% para mais ou para menos. A medição foi feita a partir do seguinte questionamento: "Com qual das seguintes frases você está mais de acordo? A democracia é preferível a qualquer outra forma de governo; Em algumas circunstâncias, um governo autoritário pode ser preferível a um democrático; Às pessoas como eu, dá no mesmo um regime democrático ou não democrático".

Na média feita com dados coletados entre 1995 e 2013, o Uruguai desponta como o país onde o apoio aos regimes democráticos é maior com 78%, seguido pela Venezuela, com 71%. Já o Paraguai é a nação em que o autoritarismo alcança maior popularidade média, com 34% de apoio. A indiferença por sistemas políticos é maior no Chile onde 26% dizem não fazer distinção entre um e outro regime.

São mais democratas as pessoas com maior escolarização, que conseguem economizar ou que não falta dinheiro  para pagar as contas no final do mês. Por outro lado, os latino-americanos que não têm o suficiente para comer castigam a democracia.

O Brasil é um dos países com maior aprovação a regimes autoritários. Em 2001, em meio à crise asiática, o índice de apoio à democracia era de apenas 30%. Após os governos progressistas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidenta Dilma Rousseff, a marca chegou a 49% em 2013. No entanto, 21% apoiam um regime autoritário; em 2003 eram 35%.

Venezuela (36%), Uruguai (32%), El Salvador (31%), Nicarágua (29%) e Costa Rica (28%) são os países em que as pessoas mais se alinham ao pensamento da esquerda. República Dominicana (41%), Honduras (39%), Venezuela (32%), Paraguai (31%) e Panamá (30%) estão mais alinhados à direita. Já Peru (45%), Paraguai (44%), Bolívia (43%), Argentina (42%) e México (41%) têm sua população mais alinhada ao centro.

No Brasil, 18% se dizem alinhados à esquerda, 14% à direita e 36% ao centro. A porcentagem na América Latina de pessoas que não se identificam com a direita nem com a esquerda e os que se consideram ao centro chega a 55%. Ou seja, "ainda que os governos que se elegem são de direita ou esquerda, são eleitos com votos do centro".
http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=68310dc294a1c38c7ba636380151daca&cod=12735

 
3840
Loading. Please wait...

Fotos popular