Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Filosofia Humanística

09.02.2014 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Filosofia Humanística. 19760.jpeg

Estudo por Armando Costa Rocha - Creio que o que se passa hoje no mundo é a tentativa de destruição do cristianismo humano que está sendo realizada pelos que seguem o "deus dos exércitos" baseados em especial no Velho Testamento da Bíblia.

A VERDADE, em especial para o humano, é o que disse Descartes: "Não aceito NENHUMA coisa como verdadeira, se não a reconheço evidentemente como tal".


"Só posso ter como verdadeiro o que for claro e distinto, isto é, o que eu não tenha a menor oportunidade de duvidar".

Eis uma grande razão, para eu falar sobre o cristianismo humano; porque a Bíblia, em especial a do Velho Testamento com suas dúvidas e sua violência gratuita, nos impede de compreender, realmente, o que é o cristianismo.


Cristianismo humano significa o AMOR que os humanos dedicam a Cristo, por sua bondade, humildade, simplicidade, e o seu AMOR sem limites por seu semelhante.

O Cristo que nós AMAMOS, é o que aceitamos e compreendemos indiferente ao ser ou não filho de DEUS; pois na verdade, aceitamos como Descartes, o que não temos a menor oportunidade de duvidar.

Creio que o que se passa hoje no mundo é a tentativa de destruição do cristianismo humano que está sendo realizada pelos que seguem o "deus dos exércitos" baseados em especial no Velho Testamento da Bíblia. Sem compreensão ou aceitação, os seguidores conscientes, ou não, do cristianismo humano, não aceitam essa tentativa; e lutarão por essa nova concepção de Cristo AMOR.

O que mais impressionou os homens, com a chegada de Cristo, foi a sua filosofia humanística que se opunha aos dirigentes da terra onde tinha nascido; uma filosofia de AMOR (não sexo) e irmandade que tentava salvar os homens da podridão em que viviam.  Foi por isso torturado, acusado, condenado e morto na cruz.

Os que amam Cristo e querem segui-lo devem estar prontos para enfrentar todos, mais uma vez, em defesa da filosofia humanística dele. E quem sabe, na próxima vez, o "outro" Cristo será poupado e o bandido, Barrabás, condenado?

Que não se iludam, os que acompanham os infelizes que permaneceram até aos dias de hoje fieis ao "deus dos exércitos", e que declaram desavergonhadamente que o anticristo vai ser aquele que vai pregar a PAZ entre os povos.


O cristianismo humano e a filosofia humanística nos separam dos que nos enganaram durante séculos; ao tentarem unir Cristo ao bando desclassificado do Velho Testamento.


Vou terminar esse capítulo, com uma frase D´ELE:  "Perdoai-os Senhor, eles não sabem o que fazem!".

10).                                                      

A família e a sociedade nos encaminham em direção inversa ao humanismo. Tendo como base de seus ensinamentos quatro fatores mais importantes, somos levados pela família e sociedade ao oposto de "amar ao próximo como a si mesmo", e nos transformamos em o que somos hoje.

Vamos agora aos quatro fatores que nos tornaram, infelizmente, no que somos atualmente.


1 - Vaidade.
Desde a tenra idade, nessa via sem volta, incentivados por todos os familiares e "amigos", sem contar a mídia, seguimos hipnotizados, em direção de nossa autodestruição.  E a vaidade muito contribui para isso.

Ela nos faz caminhar, ora mostrando a nossa real posição no meio social, ora nos fazendo de ridículos, ao nos mostrar em uma posição social mentirosa, irreal e fingida.


Tentem acompanhar os seus próprios passos e atos, cometidos desde criança, querendo mostrar uma superioridade material, na maior parte das vezes, inexistente.


A vaidade nos coloca todas às vezes em situação vexatória para os outros, e, na maioria absoluta das vezes para nós mesmo; dada a nossa interior conscientização do ridículo do momento.

Isso nós podemos imaginar, relativo à nossa própria vida.  Imaginem agora os nossos familiares que, muitas vezes, dependendo de nossa situação financeira, fingem não nos conhecer, quando acompanhados por amigos (não conhecidos por nós) passam ao nosso lado. Uma olhada para o outro lado, ou outro qualquer ato que evitará aos mesmos ter que reconhecer alguém, tão "medíocre".

E se pensarmos nas dezenas, centenas ou milhares de conhecidos, que repetem o que os nossos familiares fazem tão bem?


Creio que a minha informação já é de seu conhecimento, mas, tenho a certeza absoluta que Você NUNCA parou o tempo suficiente para se conscientizar dessas verdades tão tristes e que não lhe podem ajudar em nenhum momento de sua vida, tão distante da realidade.

No próximo capítulo vou levar o meu caro leitor à segunda etapa do encaminhamento do homem para onde ele não deveria ir, pois não é aí que ele vai encontrar o DEUS, que ele diz amar e nem por ai que ele vai tornar-se mais humano.

11).                                                          
Depois de seguir o caminho da Vaidade, sempre estimulado especialmente pela família e falsos amigos - entra o homem na segunda parte do projeto, já delineado na maioria das vezes por seus próprios pais.


2 - Ambição.
Qual é o pai que vai dizer ao seu filho a verdade? Qual é o pai que vai dizer ao seu filho que, sua felicidade futura se baseia em Honestidade, Franqueza, Amizade e, mais ainda, Irmandade?


Qual é o pai que vai dizer ao seu filho que, os momentos mais felizes de sua vida ele vai passar na Natureza, com os animais, chamados por nós de irracionais?


Qual é o pai que vai dizer ao seu filho que, ele deve procurar como companheira uma moça honesta, humilde e que realmente goste dele?


Qual é o pai que vai dizer o que deveria dizer, a fim de que o seu filho seja feliz?


Ambição, acompanhada pela Vaidade, é o incentivo que é dado aos homens incautos, a fim de que eles caminhem para o lado oposto de DEUS.


Hoje temos a TV como a maior auxiliadora para a autodestruição do homem, como animal racional e Humano. São mostradas, dia e noite, não as pessoas realmente felizes, mas os ricos e poderosos que vivem rindo, mesmo que tenham as mais miseráveis vidas.  Os artistas, que muito lutaram para chegar à posição em que se encontram e, mesmo os fracassados, nunca mostrarão a desilusão da vida que levam em que, tirando o sexo, nada existe.


Correspondentes, jornalistas famosos, apresentadores, grandes proprietários, etc. TODOS na TV mostrando, logicamente com orgulho, aonde chegaram e, em total cumplicidade com a alta sociedade, não vemos ninguém declarando que sua vida é vazia e que, tirando o cordão dos bajuladores, nada restou dela!


"Vencer na vida" foi designado pelos meios informativos aos que enriqueceram. Os que, mesmo na total infelicidade, vão demonstrar que são os vencedores e não os enganados e sofredores, no mundo podre em que se encontram.


No capítulo seguinte vamos passar para o terceiro fator indispensável à nossa escalada para alcançar o poder material - a ambição.

Armando Costa Rocha

 
8846
Loading. Please wait...

Fotos popular