Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Psicólogos denunciam precariedade no recrutamento durante a epidemia

08.07.2020 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Psicólogos denunciam precariedade no recrutamento durante a epidemia. 33565.jpeg

Psicólogos denunciam precariedade no recrutamento durante a epidemia

O reforço de psicólogos na linha SNS24 foi concretizado através de «convites a colaboradores», onde contrastou a exigência em relação às competências e a desvalorização das condições de trabalho.

A denúncia é feita pelo Sindicato Nacional dos Psicólogos (SNP/CGTP-IN), onde afirma que as carências de psicólogos nas unidades de saúde justificariam uma política de contratação séria. Em vez disso, ao apelo a que estes profissionais viessem «acudir» às necessidades emergentes de saúde da população, chamou-se «convite», refere a organização sindical em nota.

Ao psicólogo era exigido que estivesse inscrito na Ordem dos Psicólogos e para além da formação académica ter ainda, preferencialmente, «formação específica em intervenção psicológica em situações de catástrofe», sublinha a estrutura sindical.

            No entanto, para além de se recorrer ao teletrabalho, os profissionais eram responsáveis pelo equipamento necessário e pela sua manutenção, uma vez que foram utilizados os telemóveis com acesso a dados móveis dos próprios. A remuneração, essa, foi feita «à peça»: 2,5 euros por chamada recebida, com tempo estimado entre dez a 15 minutos.

O Sindicato Nacional dos Psicólogos, em Abril, já havia solicitado esclarecimentos ao Ministério da Saúde relativamente às formas de contratação, supervisão, formação e estatuto profissional dos coordenadores associados a esta prestação de serviço, mas até hoje não obteve qualquer resposta.

 

 

 

 

 

 

https://www.abrilabril.pt/trabalho/psicologos-denunciam-precariedade-no-recrutamento-durante-epidemia

 

 
2549

Fotos popular