Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Mestrado profissionalizante ganha normas e incentivos

08.07.2009 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Pessoas com formação superior e que buscam atualização têm nova opção de pós-graduação: os mestrados profissionalizantes. As normas para o credenciamento e avaliação dos cursos estão na Portaria Normativa nº. 7, publicada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação.

A intenção é oferecer e valorizar aulas não só com professores de sólida formação acadêmica, mas também com profissionais reconhecidos pelo mercado, o que nem sempre ocorre nos mestrados tradicionais. As instituições de ensino podem, a partir de agora, apresentar propostas de cursos baseadas na portaria.

Oferta - Cursos com este perfil já são oferecidas na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Há 25 mestrados recomendados pela Capes nestas instituições, seis deles de perfil profissionalizante. “Com expertise reconhecida em educação profissional, as instituições da Rede Federal são perfeitas para o desenvolvimento de mestrados desse tipo”, diz Eliezer Pacheco, secretário de Educação Profissional e Tecnológica do MEC.

A intenção, agora, é aumentar a oferta dos cursos nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (Ifets). “Já existe a proposta de um modelo de mestrado profissional para a rede federal e intenção de potencializar a sua oferta nos institutos federais”, explica Aléssio Trindade, coordenador geral de supervisão da rede.

Expansão - Em 2008, o número de mestrados profissionais na Rede Federal aumentou 50% com relação ao total recomendado no ano anterior. Se forem considerados apenas os institutos federais, o crescimento de mestrados acadêmicos e profissionais no ano passado está no mesmo patamar. Tradicionalmente, as instituições públicas têm maior oferta de mestrados acadêmicos do que profissionais.

Os institutos federais têm como vocação a formação de profissionais para o mercado de trabalho. A oferta de cursos é feita levando-se em conta o arranjo produtivo local de cada região. Assim, aumentam as chances de assimilação dos profissionais.

 
2130
Loading. Please wait...

Fotos popular