Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Análise dos artidos de Carlo Bússola

08.04.2010 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Depois de escrever vários artigos sobre religião, onde discordo das Bíblias (ponto básico de quem procura a VERDADE na religião), sou mais uma vez, inspirado a defender o Cristianismo, depois de acompanhar as diversas manobras dos judeus, para tirar de circulação Jesus (dessa vez, não na cruz), e terminar com o Cristianismo.

Foi por intermédio do jornalista Cacau Monjardim, que li os artigos de 14 e 21 de dezembro de 2009 (enviados pelo correio), do Sr. Carlo Bússola, que passo a analisar e comentar.

Posso matar tempo analisando suas análises, (sempre baseadas nas Bíblias, e em especial no Velho Testamento), e suas confusas conclusões e termos, usados por teólogos; quando confundem mais os já confusos leitores.

Mas não farei isso! Tentarei no mínimo tempo possível, mostrar aos caros leitores, a realidade do momento, e a impossibilidade de nos conformar com as inverdades nos passadas por tanto tempo.

Vamos primeiro analisar a conclusão que nós os leitores tiramos das Bíblias: Velho e Novo Testamento, e a impossibilidade de aceitarmos tamanho absurdo!

Velho Testamento: vale tudo! Onde irmão mata irmão, pai faz sexo com filhas, muitos roubos e invasões; sempre sob orientação e ordens do Deus dos Exércitos!

Novo Testamento: amor (sem sexo), PAZ, não matar, etc. E o pior de tudo (para o Deus do Velho Testamento), “Amar ao próximo como a si mesmo”!

Quais seriam as ordens dadas pelo Deus dos Exércitos aos seus subordinados, ao encontrar outro exercito na sua frente?

Creio que isso chega para os que, dizendo analisar fatos que nos dariam liberdade de pensar, nos levam, em vários artigos, ao centro de tudo o que não compreendemos.

Vou agora tentar em consideração ao Carlo Bússola que se diz Católico, repetir as palavras ditas pelo Papa Bento XVI, em 10-9-2.006, na cidade de Munique; e aí sim, fazer um pequeno comentário sobre as mesmas.

“O Ocidente se acostumou a desprezar DEUS, e a considerar que, fazer isso é um direito de liberdade!”

O Papa também afirmou que:

“Os povos africanos e asiáticos não consideram o cristianismo uma ameaça a sua identidade, e sim que se sentem intimidados pelo pensamento Ocidental ateu, que tenta se impor a estas culturas!”.

“O Mundo precisa de DEUS, mas o homem se tornou surdo (eu diria irracional), para a voz de DEUS, e que tudo o que se diz a SEU respeito parece anterior à ciência e pouco adequado aos tempos atuais. Levar aos homens apenas conhecimento, habilidades e técnica é muito pouco”.

Vou acrescentar às suas declarações que conhecimento, habilidade e técnica, sem objetivo de felicidade, são o que designo de irracional.

Continua o Papa:

“Já que imediatamente surge a violência e a capacidade de destruir e matar se transforma na principal maneira de alcançar o poder.”

“Dessa forma a reconciliação e o compromisso comum pela justiça e o AMOR, ficam cada vez mais distantes!”

Termina o Papa:

“As populações da Ásia e da África admiram as realizações técnicas e a ciência Ocidental, mas ao mesmo tempo, se assustam com um tipo de raciocínio que exclui Totalmente a idéia de DEUS!”

Foi o primeiro alerta do Papa sobre a tentativa de destruição do Cristianismo (assunto nem tocado de leve por Carlo Bússola), quando sinto, entre palavras, de que ele busca passar para o seu rebanho, uma mensagem, mostrando que o perigo da união interesseira do Velho e Novo Testamento, se faz cada vez mais presente, com a criação de várias Igrejas e seus pastores, com o apoio incondicional de Israel; com objetivo único, de retirar o que para eles é o falso messias, Jesus!

O Papa sabe que, dada à impossibilidade de se aceitar que o Deus do Velho e o DEUS do Novo Testamento são os mesmos, e vendo que o outro Deus, não o dele, já arma o seu exercito com tanques, aviões F 16 e algumas bombas atômicas, purificadoras de ambientes “poluídos”, como Hiroshima e Nagasaki, resolveu prevenir o seu rebanho.

Discretamente, o Papa já aponta o vilão, que apóia com o seu exercito o Deus dos Exércitos:

“O Ocidente se acostumou a desprezar DEUS!”.

Palavras inimagináveis para os brasileiros, que não se cansam de ouvir nas TVs, sobre David, Jacob, Abel, Cain, Abraão, Isaac, Moises, e TODO o bando do Velho Testamento. Indicado pois está, quem quer exterminar com o Cristianismo e com o DEUS ousado, que quer silenciar os canhões do Deus dos Exércitos.

As TVs no Brasil engrandecem o Deus de Israel, colocando o nome de Jesus como secundário; engrandecem com isso o povo que abnegou e crucificou o filho de DEUS.

O filho do DEUS (cristã) e que NUNCA foi reconhecido por Israel ou por falsos cristãos que engrossam as hordas do Deus dos Exércitos!

O Papa chama a atenção dos cristãos, dado o avanço da propaganda judia que já tomou conta da maioria absoluta das igrejas, e nos chama de ateus, por não seguirmos o bando do Velho Testamento!

Com essas baixas ações, foi dado pois, ao Papa o direito de replicar, ao chamar indiretamente o povo de Israel de ateu.

O Papa diz em seus apelos, que a VERDAE é mais importante do que a religião!

A mídia internacional sabota as declarações do Papa, em especial quando ele declara que “a mídia é nociva”; e, em especial no Brasil, ele (o Papa) já nada representa.

Os EUA e Israel, com a ajuda do Deus dos Exércitos, tentam terminar com o nosso DEUS; e creio que isso não é importante para o Sr. Carlo Bússola, quem sabe, combatendo também do outro lado, que lhe deve pagar muito bem!

30 moedas de ouro?

Armando Costa Rocha

 
5792
Loading. Please wait...

Fotos popular