Pravda.ru

Notícias » Sociedade


No Brasil, atraso no pagamento do dízimo faz religiosa matar os pais

05.05.2010 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Achando-se culpada e pecadora por estar devendo o dízimo à Igreja Universal do Reino de Deus, a religiosa Lineusa Rodrigues da Silva, de 24 anos, matou e esquartejou seus pais adotivos, em Timon, no Maranhão, após ele negarem a ela dinheiro para pagar a dívida.

Segundo a Polícia, Lineusa Rodrigues da Silva teria matado e esquartejado seus pais adotivos, Joana Borges da Silva e Lourival Rodrigues da Silva, porque eles se recusaram a dar a ela uma importância em dinheiro para quitar a dívida com a Igreja Universal do Reino de Deus.

Um machado e um pedaço de pau teriam sido os instrumentos utilizados pela religiosa para praticar o duplo homicídio. Ao prestar depoimento na Central de Flagrantes de Timon, Lineusa teria declarado que precisava do dinheiro para pagar o dízimo de sua igreja, a Universal do Reino de Deus.

Segundo a delegada Wládia Holanda, que recebeu o caso na Central de Flagrantes, Lineusa teria cometido o duplo homicídio qualificado por fanatismo religioso. “Ela teria débitos de dízimos da Igreja Universal e extorquia os pais para pagá-los, e, como eles se negaram em dar a ela a importância exigida, ela teria praticamente premeditado o crime”, disse a delegada.

A delegada Wládia Holanda afirmou, também, que além da acusada, outras pessoas já prestaram depoimentos, e que o pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, que já foi identificado, também será devidamente investigado.

O crime foi considerado “selvagem e bárbaro”. O corpo do pai foi encontrado com a face achatada por um golpe de machado. A mãe, uma cadeirante, estava deitada, não pode se defender das facadas que a filha desferiu contra ela e teve o tórax aberto por um serrote. Além de matar, Lineuza esquartejou os corpos dos pais, cortando braços e pernas.

ANTONIO CARLOS LACERDA

PRAVDA Ru BRASIL

pravdarubrasil@gmail.com

 
1988
Loading. Please wait...

Fotos popular