Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Ensino no Brasil

04.12.2013 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Ensino no Brasil. 19337.jpeg

Opinião: A medicina brasileira, até os anos 70, era respeitada mundialmente como boa.  Construímos Brasília, hoje considerada com Patrimônio da Humanidade.

            Temos a maior hidroelétrica do mundo, Itaipu.  Ora, um país capaz destas qualidades, forçosamente deve ter um ensino esmerado.  Teve um bom ensino.  Não tem mais.  Veio progressivamente caindo, a partir dos anos oitenta e teve queda acentuada nos últimos anos.

            O estudante brasileiro é hoje um dos piores do mundo, segundo dados internacionais, como a OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico).  É fraquíssimo no conhecimento da língua, e absolutamente imbecil na compreensão da ciência.  Ou seja, temos um futuro caótico pela frente.  As escolas, tanto na parte física, maltratada, sem conservação, suja e sem a parte intelectual, os professores qualificados, não são capazes de formar alunos capazes.  Tão vergonhosa é a coisa que muitos alunos possuidores do curso básico completo, o primário, mal sabem ler e escrever, uma humilhação das maiores.  Não era assim, até 1970, que parece ser a data do início da degradação do ensino brasileiro.

            A escola superior entrou igualmente em decadência.  Para ingressar na Ordem dos Advogados, os pretendentes são obrigados a passar em prova dada pela mesma, que tem a finalidade de resguardar os cidadãos quando precisarem de um advogado.  O ensino da medicina foi tão vulgarizado que o Conselho Federal já pensou em adotar o mesmo sistema da OAB, só permitindo a inscrição mediante aproveitamento em prova.

            O atual governo preza por destruir ainda mais o ensino, quando alunos ameaçam professores e pais processam os colégios, por entenderem que estão sendo rigorosos demais com a disciplina e as aulas ministradas.  O velho mestre, respeitado por todos antigamente e nos países do mundo, transformou-se em figura retrógrada e idiota, na visão dos pais e alunos.

            Grandes educadores brasileiros, como Cristóvão Buarque, um dos fundadores da Universidade de Brasília com o seu amigo e colega Darcy Ribeiro, tentaram reverter esta maléfica ordem, sem sucesso.  Ambos de formação socialista democrata deveriam ser aceitos nos governos do PT.  Darcy Ribeiro morreu, e o senador Cristóvão Buarque abandonou o Partido dos Trabalhadores, principalmente por causa do ensino.

            Segundo educadores competentes, esta é uma excelente forma de controlar o povo, mantendo-o ignorante e sem conhecer seus direitos.  Qualquer migalha que lhe for dada por políticos inescrupulosos é vista como dádiva dos céus, enquanto ele continua ignorante e explorado.    

Jorge Cortás Sader Filho é escritor

 
3681
Loading. Please wait...

Fotos popular