Notícias » Ciência

Mulheres portugueses querem mais sexo de que os homens

24.08.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

As mulheres portugueses querem mais relações sexuais e mais longas que os homens, revela um estudo internacional que foi apresentado em Agosto em Albufeira, de acordo com a Lusa.

À pergunta "com que frequência quer sexo?", 44 por cento das 685 portuguesas e 31 por cento dos 694 portugueses afirmaram "três ou quatro vezes por semana", em resposta ao inquérito das revistas Cosmopolitan e Men's Health sobre o que é o parceiro "ideal".

Já a hipótese "todos os dias" - ou várias vezes por dia, se possível - obtém 27 por cento das respostas femininas e 19 % das respostas masculinas.

Quase 31 por cento dos homens e 23 por cento das mulheres responderam uma ou duas vezes por semana.

"Uma ou duas vezes por mês" foi a resposta de 14 por cento dos homens portugueses, resultado só superado pela China, com 24,6 por cento, muito distante dos menos de três por cento dos espanhóis e dos zero por cento apurados na Rússia e na Ucrânia.

Para as mulheres portuguesas, a opção "uma ou duas relações sexuais por mês" é improvável: menos de três por cento respondeu afirmativamente.

Mais consensual é a importância de fazer barulho na cama: o silêncio pode arruinar um encontro sexual para 83 por cento das mulheres e para 79 por cento dos homens.

Falta de energia e linguagem obscena é um grande impeditivo para as portuguesas, enquanto a falta de iniciativa ou a rudeza delas são aspectos que levam os homens a desmotivar-se.
Os preliminares assumem também grande destaque para ambos os sexos: quase metade das portuguesas quer no mínimo 15 minutos e cerca de 40pc prefere mesmo 20 minutos ou mais.
Quarenta por cento dos homens aponta 15 minutos para a duração dos preliminares, enquanto 35pc quer ainda mais tempo.

À pergunta "não se pode saltar essa parte?", nenhuma mulher admitiu essa hipótese, ao contrário de 2,9 pc dos homens portugueses.

Ambos concordam que os preliminares ideais devem ser suaves e sensuais, envolvendo beijos no pescoço e carícias nas costas delas e nas coxas deles.

Uma pergunta feita só aos homens que responderam ao inquérito - o que pensam de uma mulher que tem relações sexuais no primeiro encontro - revela que a maioria não se preocupa com isso: 45 por cento dos portugueses respondeu que se gostar realmente dela, vai querer voltar a vê-la.

No entanto, 26 por cento dos homens admitem que pensariam duas vezes se perceberem que ela o faz frequentemente e 23 por cento reconhecem que, apesar de não serem melhor exemplo, preferem ter uma relação séria com alguém mais "conservador sexualmente".
A manhã após o encontro sexual deve ser uma repetição da noite anterior, para mais de metade dos portugueses, enquanto as mulheres sugerem pequeno-almoço e alguma actividade durante o dia, apesar de admitirem que se "assustam" se ele for demasiado "pegajoso".

Estar demasiado ocupada e o cansaço são os principais motivos que afastam as mulheres do sexo, enquanto a falta de limpeza do quarto, o cansaço e a existência de vizinhos ou de outras pessoas na casa são as razões referidas por eles.

A estimulação de outras zonas do corpo durante o acto sexual é fundamental para 40 % das mulheres atingirem o orgasmo, muito mais que o tamanho (0,88 %) ou a largura do pénis (1,3 %).

Um encontro sexual inesquecível para os homens de quão "sexy" é o momento, seguida da ligação emocional e da própria sensualidade da parceira.

O inquérito, feito através dos sites das duas revistas entre Abril e Junho, obteve 37.691 respostas - 17.052 de homens e 20.639 das mulheres - de 13 países: Portugal, Espanha, Itália, Reino Unido, Holanda, Estados Unidos, Brasil, México, Filipinas, China, Ucrânia, Sérvia e Rússia.

 
| More
3930
Loading. Please wait...

Fotos popular