Pravda.ru

Notícias » Ciência


Testamento de Ho Chi Minh

06.06.2015 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Testamento de Ho Chi Minh. 22312.jpeg

No ano em que se comemora o 40º aniversário da vitória do povo vietnamita, odiario.info homenageia Ho Chi Minh publicando o seu Testamento. O grande dirigente revolucionário faleceu antes de a vitória estar inteiramente alcançada. Mas a história confirmou a sua inabalável confiança em que ela chegaria. Nos dias de hoje, em que a ofensiva imperialista avança em todos os continentes, a heroica lição do povo vietnamita é mais actual que nunca. Mesmo um pequeno povo, se unido e dotado de uma firme direção revolucionária, pode não apenas afrontar a maior potência imperialista como pode também derrotá-la.

10 de Maio de 1969 República Democrática do Vietnam

Independência - Liberdade - Felicidade Ainda que a luta de nosso povo contra a agressão dos Estados Unidos pela salvação nacional deva passar por mais dificuldades e sacrifícios, estamos decididos a conquistar a vitória total. Isso é certo.

Pretendo, assim que isso se resolva, viajar tanto ao Norte quanto ao Sul para felicitar os nossos heróicos camponeses, quadros militares e combatentes, assim como visitar os anciãos e as nossas amadas crianças e jovens.

Assim, em nome de nosso povo, irei aos países irmãos do campo socialista e aos países amigos de todo o mundo para agradecer o seu apoio de coração e a ajuda que deram à luta patriótica de nosso povo contra a agressão dos Estados Unidos.

Tu Fu, o famoso poeta do período Tang na China escreveu:
"Em todas as épocas, poucos são os que alcançam setenta anos de idade".
Esse ano, levando em consideração que tenho setenta e nove, posso considerar-me entre esses "poucos". Ainda assim, a minha mente conserva-se perfeitamente lúcida, ainda que a minha saúde se tenha debilitado um pouco em comparação aos últimos anos. Quando alguém vivencia mais de setenta primaveras, a saúde deteriora-se com a idade. Não pode considerar-se Isso uma maravilha.

Mas quem pode dizer quanto tempo mais serei capaz de servir à revolução, à pátria e ao povo?

Portanto, deixo essas linhas antecipando o dia em que irei reunir-me com Karl Marx, V.I. Lénine e outros líderes revolucionários. Assim, o nosso povo em todo o país, os nossos camaradas no Partido e os nossos amigos no mundo não serão tomados de surpresa.

Primeiro, falarei sobre o Partido: graças à sua estreita unidade e dedicação total à classe operária, ao povo e à Pátria, o nosso Partido foi capaz, desde a sua fundação, de unir, organizar e dirigir o nosso povo, de êxito em êxito, numa firme luta.

A unidade é uma tradição extremamente preciosa do nosso Partido e do povo. Todos os camaradas, desde o Comité Central até às células devem preservar a unidade e a união do pensamento no Partido como a menina dos olhos.

No interior do Partido, estabelecer uma ampla democracia e praticar a autocrítica e a crítica de maneira regular e séria é a melhor forma de consolidar e desenvolver a solidariedade e a unidade. O afeto e a camaradagem devem prevalecer.

O nosso partido é um partido no poder. Cada membro do Partido, cada quadro deve estar profundamente inspirado pela moral revolucionária e demonstrar empenho trabalhador, frugalidade, integridade, probidade, dedicação total ao interesse público e completo altruísmo. O nosso Partido deverá preservar a pureza absoluta e provar-se digno do seu papel de condutor e servidor legal do povo.

Os membros da União de Jovens Operários e a nossa juventude em geral são bons, estão sempre preparados para se oferecer, sem temer as dificuldades, ansiosos pelo progresso. O O Partido deve fomentar as suas virtudes revolucionárias e prepará-los para que sejam os nossos sucessores, tanto "vermelhos" como "experientes", na construção do socialismo.

A preparação e a educação das futuras gerações de revolucionários são de grande importância e necessidade.

Os nossos trabalhadores, nas planícies e nas montanhas, resistiram durante gerações a penúrias, opressão e exploração feudal e colonial. Além disso, experimentaram muitos anos de guerra.
Porém, o nosso povo também mostrou grande heroísmo, valor, entusiasmo e trabalho. Seguiu sempre o Partido com lealdade incondicional desde que veio à luz.

O Partido deve levar a cabo planos eficazes para o desenvolvimento econômico e cultural para melhorar constantemente a vida de nosso povo.

A guerra de resistência contra a agressão dos Estados Unidos pode prolongar-se. O nosso povo pode enfrentar novos sacrifícios humanos e materiais. Não importa o que passe, devemos manter a nossa resolução de combater os agressores ianques até alcançarmos a vitória total.

As nossas montanhas sempre existirão, os nossos rios sempre existirão, o nosso povo sempre existirá. Com a derrota dos invasores norte-americanos reconstruiremos a nossa terra até fazê-la dez vezes mais bonita.

Independentemente das dificuldades e dos contratempos que apareçam, o nosso povo está confiante de que obterá a vitória total. Os imperialistas dos Estados Unidos certamente terão que renunciar. A nossa pátria certamente será unificada. Os nossos compatriotas no Sul e no Norte serão certamente reunidos sob o mesmo céu. Nós, que somos uma nação pequena, obtemos a mais honrosa medalha por haver derrotado, através de uma heróica luta, dois grandes imperialismos: o francês e o norte-americano, assim como por termos dado uma valiosa contribuição ao movimento mundial de libertação nacional.

Sobre o movimento comunista mundial, o facto de ter sido um homem que dedicou toda a sua vida à revolução faz-me sentir ainda mais orgulho pelo crescimento do comunismo internacional e dos movimentos operários, ainda que me doa a divergência que hoje existe entre os Partidos irmãos.

Espero que o nosso Partido faça todos os esforços possíveis para contribuir na restauração da unidade entre os Partidos irmãos que têm por base o marxismo-leninismo e o internacionalismo proletário na razão e no sentimento.Confio plenamente que os Partidos e países irmãos se irão unir novamente.

No que diz respeito aos assuntos pessoais, por toda a minha vida servi a minha Pátria, a revolução e o povo com todas as minhas forças e com todo o meu coração. Se agora devo deixar esse mundo, não tenho nada de que me lamentar, excepto de não ter sido capaz de servir mais e melhor.
Quando já tiver ido, para não desperdiçar o tempo e o dinheiro do povo, devem evitar um funeral oneroso.
...
Finalmente, a todo o povo, a todo o Partido, a todo o exército, a meus sobrinhos e sobrinhas, aos jovens e crianças deixo o meu amor ilimitado.

Também transmito as minhas cordiais saudações aos nossos camaradas e amigos, à juventude e à infância de todo o mundo.

O meu maior desejo é que o nosso Partido e o nosso povo, unindo estreitamente os seus esforços, construam um Vietnam pacífico, reunificado, independente, democrático, próspero e que dê uma valiosa contribuição à revolução mundial.

 

Hanói, 10 de Maio de 1969.

 

Ho Chi Minh.

 

 
8873
Loading. Please wait...

Fotos popular