Pravda.ru

Notícias » Ciência


Por quê Hillary Clinton é suspeita para o FBI?

05.11.2016 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Por quê Hillary Clinton é suspeita para o FBI?. 25398.jpeg

O diretor da agência de pesquisa acredita que o candidato democrata atual em perigo a segurança dos Estados Unidos durante seu mandato como Secretário de Estado.

31 de outubro de 2016 / Tradução de Edu Montesanti

in

A candidata democrata, Hillary Clinton, pode perder popularidade após o escândalo de correios eletrônicos revelados por WikiLeaks, que fornecem dados sobre possíveis erros e omissões cometidos pela ex-secretária de Estado durante seu mandato.

A Investigação sobre Anthony Weiner, ex-membro da Câmara dos Representantes, iniciada para localizar imagens com conteúdo sexual enviadas para uma adolescente de 15 anos, abriu caminho para a reabertura do caso Clinton pelas informações encontradas no computador de Weiner, que podem ser relevante para a investigação sobre a gestão da candidata como secretária de Estado dos EUA.

O FBI reabriu uma investigação fechada em julho de 2016, após aprender novos correios eletrônicos relacionados ao ataque ao consulado dos EUA em Benghazi, Líbia, onde morreram quatro norte-americanos, entre os quais o embaixador dos EUA na Líbia, Christopher Stevens. Também foram reveladas informações sobre a campanha de difamação ao candidato Bernie Sanders, impulsionada por Clinton e sua equipe.

O FBI investiga a conduta da ex-secretária porque considera que, durante seu mandato, ela poderia ter colocado  em perigo a "segurança nacional" dos Estados Unidos. Embora a agência já tenha interrogado vários membros do Comitê Democrata, a data do interrogatório a Clinton ainda não foi definida, mas é esperada que seja conhecida nas próximas semanas.

Comité Nacional Democrata (CND) sabotou o candidato democrata Bernie Sanders

WikiLeaks liberou cerca de 19 mil correios de figuras importantes do Comitê, que revelaram a "ameaça" significava de Sanders quando começou a aumentar sua popularidade em alguns estados dos EUA, assim se expressou o vice-diretor de comunicação do CND, quem incentivou a criação de pesquisas falsas que mostraram Clinton como a vencedora naqueles estados.

Da mesma forma, um correio eletrônico revelou que o diretor de comunicações do Comitê, Luis Miranda, vendeu a campanha de Sanders como um "desastre" para os meios de comunicação.

Esses correios destacam como o Comité Democrata encontrou uma maneira de mostrar a campanha de Sanders como "violenta e desorganizada", pontuou WikiLeaks.

Hillary Clinton tinha seu próprio servidor, do qual controlava o Estado

Um relatório do inspetor-geral do Departamento de Estado informou que muitos funcionários receberam ordem de manter silêncio sobre as atividades de Clinton, enquanto ela era secretária de Estado da Casa Branca.

Enquanto isso, o diretor do FBI, James Comney, disse ao Congresso dos Estados Unidos na sexta-feira (29) que sua agência estava investigando novos correios eletrônicos sobre o uso de um servidor particular e a forma com que se lidou com a informação que circulava na Casa Branca durante gestão de Clinton como secretária.

O jornal The New York Times revelou em 2015 que Clinton poderia ter usado servidor de correio particular para receber toda a correspondência do Departamento de Estado, cuja ação se configuraria em violação da lei.

No entanto, Clinton supera o rival republicano Donald Trump em 5 pontos, se 55 por cento dos eleitores participarem das eleições, e sobe para 6 pontos se 70 por cento dos norte-americanos exercem o direito de voto, informou pesquisa realizada por Reuters/Ipsos.

 

 
4347
Loading. Please wait...

Fotos popular