Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Brasil, Rússia, Índia e China vão ultrapassar EUA

29.08.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Dr. Norbert Walter liderou uma equipa da Deutsche Bank, para espreitarem o futuro. Apresentaram seu relatório baseado em pesquisa realizada em 34 países.

De acordo com esta equipa, o USD será ainda a moeda principal e a economia desse país será ainda a mais forte, com um PIB de entre 17 e 18 triliões de USD. No entanto, de acordo com o relatório, os EUA não estarão sozinhos. A China estará em segundo lugar, sendo a fábrica do mundo, seguida pela Índia, que no entanto terá de efectuar umas reformas.

“Se as reformas forem agressivas, Índia manterá um crescimento na ordem dos 7 ou 8% nos próximos 10 a 15 anos”, diz o relatório, que acrescenta que o papel da União Europeia será cada vez menos importante..

Mudanças na UE

O relatório conclui que as economias da França e Alemanha perderão influência, enquanto Espanha e Irlanda irão aumentar porque são mercados abertos, têm investidores dinâmicos, perspectivas demográficas favoráveis e uma política de imigração equilibrada. O relatório conclui que os estados europeus terão de desenvolver os sistemas políticos para melhorar a integração.

O crescimento da Rússia e dos BRIC

Jim O´Neill, economista chefe da Goldman Sachs, publicou um relatório em março onde afirma que a economia da Rússia terá crescido substancialmente, ultrapassando Alemanha e Itália em termos de níveis de vida e o reino Unido e a França no PIB até 2050.

O’Neill prevê que os BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) estarão a frente dos seis países mais industrializados em termos de PIB cumulativo em USD. Afirma que a Rússia estará a frente de qualquer país na Europa ocidental até 2030, que a China ultrapassa os EUA em 2040 e a Índia ultrapassa o Japão em 2035.

Quanto ao consumo de energia, O’Neill prevê que os quatro países irão consumir mais que a União Europeia e os estados Unidos nos próximos 15 anos, no entanto a sua importância no mercado dos capitais não será tão importante, mas mesmo assim dependerá das políticas adoptadas.

Anastasia PULICH PRAVDA.Ru

 
2146
Loading. Please wait...

Fotos popular