Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Decisão da Corte Internacional de Haia que “põe lenha na fogueira” das intervenções imperialistas

29.07.2010 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A Corte Internacional de Haia decidiu que a assim chamada “Declaração de Independência de Kosovo” não violou o Direito Internacional. Embora essa decisão não tenha caráter vinculativo, é óbvio que se trata de um grave precedente jurídico.

Essa decisão da Corte Internacional de Haia prova, mais uma vez, o que o KKE advertia, há longo tempo, a saber: não mais existe a legislação internacional que se formou após a Segunda Guerra Mundial, como um resultado da correlação de forças entre o imperialismo, de um lado, e pela União Soviética e as repúblicas populares, por outro. Tal legislação foi feita em pedaços!

Por um lado, as organizações internacionais dão suporte aos interesses dos EUA, da OTAN e outras forças imperialistas. Por outro lado, elas se tornaram um campo de confronto e de compromissos provisórios entre as grandes potências imperialistas. Por essas razões, a decisão da Corte Internacional de Haia “legitima” a máquina de guerra da OTAN, a guerra imperialista nos Bálcãs e, por óbvio, o seu resultado que é o Protetorado de Kosovo.

Tal decisão, também, constitui uma advertência ao povo grego que vê os governos do PASOK (partido do Movimento Socialista Pan-Helênico) e da ND (partido da Nova Democracia) confiarem na OTAN, na União Européia e na Corte Internacional de Haia no que diz respeito aos problemas entre Grécia e Turquia. Ao mesmo tempo, aquela decisão torna-se particularmente perigosa na medida em que atiça a fogueira dos argumentos sobre as minorias étnicas, existentes e não existentes, que são utilizados pelas potências imperialistas para justificar suas intervenções. A região dos Bálcãs está em perigo diante de um novo ciclo de intervenções imperialistas e de conflitos sangrentos sob o pretexto de “proteção” de minorias étnicas.

Os povos não devem ter quaisquer ilusões sobre as chamadas “instituições internacionais” e na alegada “governança democrática global” do capitalismo. A única esperança para os povos é a luta antiimperialista, firme e massiva, para derrotar o capitalismo e construir o socialismo.

Fonte: http://inter.kke.gr/News/2010news/2010-07-23-kosovo

Traduzido da versão em inglês.

Tradutor: Humberto Carvalho, militante do Partido Comunista Brasileiro – PCB e membro do seu Comitê Central.

 
2359
Loading. Please wait...

Fotos popular