Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Declaração de amor de Bush por Putin na Cimeira de Camp David

28.09.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A visita de Presidente Vladimir Putin terminou com um espectacular sucesso para a Federação Russa. Os Estados Unidos da América reconhecem que a voz da Rússia tem de ser ouvida em todas as áreas de actividade diplomática e em todas as nações onde há crises a resolver. Já não há mais uma só polícia mundial. A Federação Russa está em situação de paridade com Washington depois de uma década de arrogância enquanto Washington tentou se aproveitar do período em que Moscou esforçadamente estava introspectivo devido à evolução da URSS para a Federação Russa.

Presidente Putin declarou hoje à imprensa depois de terminar a visita de cinco dias nos EUA que “A Rússia e os EUA fizeram um passo espectacular no sentido de estabelecerem uma parceria verdadeira e baseada em respeito mútuo”. O presidente russo acrescentou que os dois países têm de defender os seus interesses nacionais, e admitiu que os dois lados reconheceram o facto de terem visões diferentes sobre o Iraque. No entanto, um processo de diálogo prossegue e os dois lados reconhecem que globalmente, têm mais pontos em comum do que diferenças.

A Federação Russa e os EUA querem que a República Democrática Popular da Coreia desista do seu programa de desenvolver o seu programa nuclear.

Pela primeira vez, Washington cedeu às exigências deste país que em troca de um moratório neste programa, tenha garantias de segurança da parte norte-americana. Presidente George Bush disse que se a RPDC aceder aos apelos da Federação Russa e os EUA, terá estas garantias de não agressão.

Houve também um acordo entre as duas potências sobre o Irã. A Federação Russa irá continuar a ajudar este país a desenvolver o seu programa de desenvolver o setor de energia nuclear, mas irá convencer Teerão a cooperar mais estreitamente com a Agência Internacional de Energia Atómica.

Quanto ao Iraque, a Federação Russa irá determinar a quantia que irá colocar ao dispor da ONU para a reconstrução do país uma vez que o Conselho de Segurança desta Organização determinar um curso de acção. Mais uma vez, a Federação Russa insiste no respeito pelos termos da lei internacional, que Washington desrespeitou, apesar de ter assinado a carta da ONU.

Ficou de conhecimento público pela primeira vez que Moscou deu apoio crucial a Washington relativamente à campanha anti-terror no Afeganistão, onde os dois países colaboram estreitamente. Não é de esquecer que depois da queda do regime dos Talebã, a produção da heroína aumentou em flecha, sendo um flagelo para as cidades da Federação Russa e depois o resto da Europa.

O encontro de Camp David acabou com uma declaração de amor do Presidente Bush para Presidente Putin: “Acreditem ou não, eu amo-o”.

Timofei BYELO PRAVDA.Ru In Washington

 
2836
Loading. Please wait...

Fotos popular