Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


“Pseudo-liberalismo” não tem lugar nos livros de história russos

28.01.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Vladimir Filippov, o Ministro de Educação da Federação russa, decidiu reavaliar todos os livros de história russos, de acordo com suas declarações na sessão de abertura do 12º colóquio internacional sobre educação no Kremlin no Domingo passado.

O ministro de educação afirmou que de acordo com a nova política, todos os livros de história serão seleccionados baseado em competitividade. Nenhum terá no seu conteúdo “pseudo-liberalismo, que interpreta mal a nossa história”, declarou o ministro, que também introduziu um projecto que endereça a necessidade de desenvolver programas especiais de educação geral.

Em Dezembro, Vladimir Putin pediu que a Academia de Ciências da Rússia examinasse todos os livros de história russos, por causa de várias reclamações recebidas de veteranos da Grande Guerra Patriótica (Segunda Guerra Mundial).

Na sua carta à academia, Presidente Putin disse “Eu partilho plenamente as opiniões e sentimentos dos veteranos. Autorizo os historiadores e académicos a examinar os livros de história de hoje. Deveriam poder relatar-me os resultados até 1 de Fevereiro de 2004”.

Um livro que enfureceu o Kremlin foi “A História da Rússia no Século XX”, por Igor Dalutsky, que foi proibido a partir de Novembro, por um despacho do Ministério de Educação.

Yegor BELOUS PRAVDA.Ru

 
1383
Loading. Please wait...

Fotos popular