Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Rússia será o maior centro comercial da Europa até 2015

27.05.2013 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Rússia será o maior centro comercial da Europa até 2015. 18269.jpeg

Rússia será o maior centro comercial da Europa até 2015

Desenvolvedores russos prometem implementar quase um quarto de todos os projetos de imóveis comerciais da Europa Foto: RIA Nóvosti
 
Iúlia Petrova, Vedomosti
Dentro de dois anos, país vai ultrapassar a França, atual líder em número de lojas, e ganhar novos comércios em regiões interioranas.
De acordo com os analistas da consultoria imobiliária Cushman & Wakefield, os desenvolvedores europeus pretendem construir 7 milhões de metros quadrados de áreas comerciais em 2013. Porém, a França e o Reino Unido, antes consideradas "Meca" dos amantes das compras, estão perdendo espaço para os russos.


Existem atualmente na França 16,95 milhões de metros quadrados de áreas de comércio e no Reino Unido, 16,48 milhões de metros quadrados. Apesar de na Rússia esse número ser minimamente inferior (16,47 milhões de m2), os desenvolvedores do país prometem abrir 2,87 milhões de centros de comércio ao longo deste ano e, assim, assegurar quase um quarto de todos os projetos europeus.


Os índices são, contudo, contestados pelos analistas da Cushman & Wakefield, pois, segundo eles, até o final do ano deverão ser construídos não mais de 1,6 milhões de m2. Mesmo se a previsão pessimista for concretizada, a Rússia irá ultrapassar o Reino Unido e bater o recorde europeu em termos de novos centros comerciais.


"A título de comparação, os desenvolvedores britânicos planejam construir cerca de 325 mil m2, enquanto os franceses programam 1,39 milhões de metros quadrados de centros comerciais até 2014", afirma o chefe de investimentos em imóveis comerciais da Europa e Oriente Médio da Cushman & Wakefield, Mike Rodda.


No entanto, os imóveis comerciais na Rússia crescem agora às custas das regiões no interior do país. Tatiana Kliutchinskaia, diretora do departamento de estabelecimentos comerciais da Jones Lang LaSalle em Moscou, aponta que nenhum centro comercial de qualidade foi aberto no primeiro trimestre e até o final do ano serão alugados não mais que 300 mil novos metros quadrados. Em compensação, quase metade dos novos centros comerciais novos estão sendo construídos em cidades com população inferior a 1 milhão de pessoas.


"Se há alguns anos as redes de comércio eram relutantes em ampliar seus negócios pelas demais áreas do país, essas regiões se tornaram agora uma prioridade para muitas marcas. Os planos de desenvolvimento nas cidades com uma população inferior a 1 milhão de pessoas já foram confirmados por empresas como a Leroy Merlin e Subway", diz Kliutchinskaia.


No ano passado, um maior número de instalações comerciais foi construído em Surgut, Iekaterinburgo, Nijni Novgorod, Mitischi e Sôtchi. Já no primeiro trimestre, as cidades de São Petersburgo, Belgorod e Volgogrado foram as líderes em expansão de centros comerciais.


Apesar dos índices positivos, a Rússia ainda está longe da China. Dos 32 milhões de metros quadrados de áreas de comércio construídos atualmente no mundo inteiro, mais de 50% são em território chinês. Entre as cidades chinesas com desenvolvimento mais ativo, figuram Tianjin, Shenyang, Chuntsin, Wuhan, Guangzhou, Hangzhou e Chengdu - nos próximos três anos, esta cidade, por exemplo, ganhará 2,9 milhões de metros quadrados de centros comerciais.


Publicado originalmente pelo Vedomosti

 
4191
Loading. Please wait...

Fotos popular