Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Mulher se explodiu em microônibus no Dagestão

23.10.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Mulher se explodiu em microônibus no Dagestão

No dia em que se completam cinco anos do seqüestro de cerca de 800 pessoas por um grupo checheno no teatro Dubrovka de Moscou , na qual morreram 129 reféns uma mulher se explodiu hoje (23) ao cometer um atentado suicida em um microônibus. O acidente ocorreu  no Daguestão, ferindo oito passageiros, informou o Ministério do Interior da república russa.

"Uma jovem detonou uma bomba que levava na cintura", disse à agência de notícias russa Interfax um porta-voz da polícia do distrito de Kazbek, onde ocorreu o atentado.

Segundo especialistas do Ministério do Interior, a bomba tinha entre 100 e 150 gramas de TNT.

Na hora da detonação, o veículo estava a cerca de 100 metros de um posto policial.

O chefe do hospital de Kazbek, Omar Salmanov, afirmou que oito dos 15 passageiros ficaram feridos --três deles em estado grave, incluindo uma mulher em estado crítico.

"Estamos tentando identificar a suicida, mas será difícil, já que o corpo foi despedaçado na explosão", disse um oficial à agência de notícias russa Itar-Tass.

Nos últimos anos, as repúblicas caucasianas russas do Daguestão e da Inguchétia se tornaram palcos freqüentes de ataques contra policiais e militares. As autoridades atribuem os atentados a extremistas islâmicos que apóiam a guerrilha da vizinha Chechênia.

Nos últimos quatro anos, mais de 200 policiais morreram no Daguestão em atentados e tiros, principalmente por extremistas islâmicos, segundo o Ministério do Interior da Rússia.

No entanto, os atentados --principalmente suicidas e contra civis-- são pouco comuns. Por isso, analistas não descartam que o alvo fosse o posto policial, mas a bomba explodiu antes da hora.

 
1854
Loading. Please wait...

Fotos popular