Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Primeiro Aniversário da Tragédia Nord-Ost

23.10.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Foi no dia 23 de Outubro de 2002 que um bando de terroristas chechenos entraram no teatro onde estava a peça musical Nord Ost, tomando reféns mais do que 800 pessoas.

129 pessoas morreram como consequência do acto terrorista depois das forças de segurança federais serem esforçados a tomar o edifício de assalto. Os elementos terroristas foram exterminados. A investigação neste crime prossegue e deverá ser terminada em Março de 2004, de acordo com fontes no NTV.

Zaurbek Talkhidov é até hoje a única pessoa sentenciada por ter ajudado os terroristas e recebeu oito anos e meio de prisão. O líder dos terroristas, Shamil Bassaev, e os elementos no seu bando, foram sentenciados em ausência.

Entretanto um grupo de familiares dos vítimas entre a audiência lançou um processo contra as autoridades mas esta reclamação foi rejeitado pelo tribunal, que afirmou que o governo civil da Cidade de Moscovo fez tudo o que deveria para com os vítimas.

Hoje erigiu-se uma estrutura em bronze e granito perto do teatro dedicado aos vítimas, numa cerimonia em que Yuri Luzhkov, Presidente da Câmara de Moscovo, participou. Na placa dedicatória, estão gravados os nomes das pessoas que morreram.

No entanto, activistas que formaram o grupo Obshcheye Delo (Acção Comum), estão pressionando para que seja levantado um caso na Comissão Europeia dos Direitos Humanos, contra a acção das autoridades da Rússia, pois reclamam que estas deveriam responder por actos criminosos.

Deve dizer-se porém que agora 63% dos russos inquiridos sobre a acção das autoridades estão de acordo que não havia mais nada a fazer e que se não tivessem entrado no teatro da maneira que fizeram, a tragédia teria sido bem pior. Há um ano, esta cifra era 85%.

Yegor Belous PRAVDA.Ru

 
1844
Loading. Please wait...

Fotos popular