Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Cinema russa em Lisboa

23.03.2012 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Cinema russa em Lisboa. 16656.jpegUma boa oportunidade para conhecer este aspeto pouco divulgado da cultura russa são os seis exemplares de cinema de animação que serão exibidos no festival Monstra, que se realiza entre 19 e 25 de Março no cinema São Jorge, em Lisboa. "Milch" (2005), de Igor Kovalyov, "KJFG #5" (2007) e "Goo Goo Babies" (2011), ambos de Alexei Alexeev, "The Sparrow Who Kept His Word" (2010), de Dmitri Geller, "Tides Tro and Fro" (2010), de Ivan Maximov  e "SnowStorm", de Maria Mouat (2011) serão os filmes exibidos. Além destes, mais três curtas-metragens russos são exibidos na Competição Estudantes. Todos estes realizadores colecionam diversos prémios nos festivais internacionais do género.

 

"Milch", de Kovalyov, recria o estranho mundo de um menino e sua relação com a família e a morte. Recebeu o prêmio máximo no KROK Festival, o mais importante da Rússia. O realizador, que esteve em Recife, no Brasil, em 2011 para ser homenageado com uma retrospetiva no festival de animação Vitamina, foi um membro importante do estúdio Pilot, um dos principais estúdios de animação russo da era pós-soviética. Vivendo nos Estados Unidos, ele foi responsável por "Rugrats", sucesso de bilheteira de 1998.

 

De um género mais leve e cómico, "KJFG #5", de Alexeev, é uma série com diversos episódios - um dos quais, "Log Jam", já foi premiado na edição 2010 do Monstra - com a distinção de Melhor Série de TV. A série baseia-se em três cómicos personagens da floresta - um urso, um lobo e um coelho. Um dos episódios ganhou o prémio de Melhor Banda Sonora no Anima Mundi, o mais importante festival de animação do Brasil. O outro de Alexeev", "Goo Goo Babies", mostra um "diálogo" entre cinco bebês na maternidade.

 

"The Sparrow Who Kept His Word", por sua vez, colecionou prêmios em festivais russos - e recebendo o 2º prêmio do Júri Profissional do Anima Mundi do ano passado. Geller também tem uma história de sucesso no meio da animação, para além de diversas outras atividades ligadas ao design. No centro da história um pardal que vivia no telhado de um cinema e gostava de assistir filmes - até que promete a um pombo passar a noite toda sem sair do galho de uma árvore.

 

Maximov, por sua vez, é outro autor russo consagrado, tende recebido vários prémios e se envolvido em diversas atividades em Moscovo. O seu "Tides To and Fro" exibe uma série de situações cómicas envolvendo a vida de uma pequena aldeia litorânea.

 

Maria Mouat participou de diversas fases da evolução da animação russa, tendo o seu próprio estúdio. A partir de 2002 ela desenvolveu, com Vladimir Golovanov e o estúdio Animose, o projeto de levar os clássicos da literatura russa às crianças através da animação. "Snow Storm" narra uma estranha história de amor sob a neve.

 

O cinema de animação russo vem de uma grande transformação ocorrida com o fim da União Soviética, quando foram drasticamente diminuídos os subsídios governamentais e iniciou-se uma grande concorrência entre os recém surgidos estúdios privados. O já mencionado estúdio Pilot, por exemplo, chegou a vencer dezenas de prémios internacionais durante as duas últimas décadas. Em 2009 houve nova crise com o não pagamento, por parte da instituição cinematográfica governamental russa (o Goskino) de projetos já encomendados - para além da redução das verbas pela metade. Inúmeros estúdios tiveram que fechar as suas portas, incluindo o Pilot. Os animadores russos também queixaram-se de práticas ilícitas por parte da Disney para excluir a animação russa da televisão.

 

 

Produtor de cinema russo faz grande investida no cinema americano

 

"Jayne Manfields's Car", que fez parte da competição oficial do recém finalizado Festival de Berlim de 2012, foi o primeiro dos projetos co-financiados pela AR Films de Alexander Rodnyansky nos Estados Unidos. O filme de Billy Boy Thornton, ainda sem data de lançamento em Portugal e no Brasil, aborda os conflitos entre duas famílias no estado americano do Alabama nos anos 60. No elenco, além do ator/realizador, estão Robert Duvall, Kevin Bacon e John Hurt.

 

Entre os novos projetos, está um thriller com o realizador norte-americano Renny Harlin - responsável por entre outros, "Duro de Matar 2" (título no Brasil) ou "Assalto ao Arranha-Céus" (título em Portugal) - que começa a ser rodado em Março deste ano e possui locações nos Montes Urais. O filme ainda não tem título e gira em torno de um grupo de jovens que investiga o que terá ocorrido a nove montanhistas encontrados mortos nos Urais em 1959.

 

Outro projeto envolverá o realizador D.J.Caruso, visto pela última vez nos cinemas com "Eu Sou o Número Quatro". "Goat Island" trata de dois pré-adolescentes vítimas de um trote abandonados sem roupas numa ilha. Val Kilmer será o ator principal.

 

Rodnyansky é um dos mais conhecidos produtores de cinema e televisão na Rússia. Um dos últimos trabalhos para cinema que produziu na Rússia, "Elena", ganhou o Prémio do Júri da mostra A Certain Regard, no Festival de Cannes. Para os próximos dois anos, a AR Filmes já adquiriu os direitos para a co-produção de sete filmes nos Estados Unidos, contando para isso com um fundo de U$ 120 milhões. De acordo com o produtor, a ideia para a sua atuação nos Estados Unidos é manter a linha desenvolvida no seu país natal, isto é, investir sempre em argumentos, atores e realizadores de qualidade.

 

R. Nunes

 

 
6880
Loading. Please wait...

Fotos popular