Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


O Conselho da Europa vai observar as eleções na Ucrânia

22.03.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Uma das missões, composta por 37 membros da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa e por especialistas jurídicos independentes, vai acompanhar as eleições parlamentares.

A outra, integrada por 16 deputados do Congresso dos poderes locais e regionais da organização, vai acompanhar a votação para os órgãos regionais e locais, que se desenrola no mesmo dia.

Em Kiev, o primeiro grupo de observadores vai trabalhar em articulação com as missões de observadores enviadas pela NATO e pela Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) e tem previsto reunir-se com representantes de todos os partidos, responsáveis eleitorais e representantes da sociedade civil e dos 'media', além de acompanhar o processo de votação.

O segundo grupo vai reunir-se com responsáveis do Governo central em matéria de política regional e local, responsáveis eleitorais, representantes dos partidos nacionais e regionais e membros da sociedade civil, dos 'media' e de organizações internacionais no terreno.

A campanha para as eleições legislativas de domingo está a ser acompanhada de perto pelos ucranianos, uma vez que a maioria parlamentar que sair delas vai escolher o próximo primeiro-ministro e ter um papel-chave na decisão de prosseguir com a política de aproximação ao Ocidente iniciada com a Revolução Laranja (2004) ou voltar a investir nas relações com a Rússia.

O Partido das Regiões de Viktor Ianukovitch, pró-russo, é o que reúne mais intenções de voto, mas em número insuficiente para conseguir a maioria necessária para formar no Governo.

Os dois outros partidos mais bem colocados - A Nossa Ucrânia, do Presidente Viktor Iuchtchenko, e o Bloco Iulia Timochenko, da ex- primeira-ministra da Revolução Laranja - já afirmaram publicamente que recusam qualquer aliança com o Partido das Regiões, que afastaram do poder em 2004.

Resta a possibilidade de estas duas forças se coligarem entre si, possibilidade que não foi formalmente afastada por nenhuma delas.

Segundo Diário Digital / Lusa

 
2401
Loading. Please wait...

Fotos popular