Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Companhias de petróleo russas voltam ao mercado cubano

20.11.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

As companhias de petróleo russas voltam ao mercado cubano, declarou ontem (19) o secretário da comissão intergovernamental russo-cubana para a cooperação comercial, económica e técnico científica , Yuri Gorski.

 “ As companhias de petróleo russas têm boas perspectivas de funcionamento em Cuba . No país existe um favorável clima competitivo, devido à política aplicada por EUA , que impuseram o embargo económico à ilha, disse. Entre as empresas a intentar sair ao mercado de cuba figuram Lukoil, e Zarubezhneft, destacou Gurski , dizendo que também é prometedora a cooperação na matéria de refinação de petróleo com companhias europeias e venezuelanos , já presentes na ilha.

“ Cuba é um bom lugar estratégico para sair ao mercado da América Latina. O País mantem boas relações com Venezuela, Nicarágua e outros estados do continente, disse.

 Comentando a situação atual da cooperação russo-cubana , Gorski informou que 19 contratos bilaterais de 61,9 milhões de dólares em total, já passaram a etapa de perícia inicial e 14 contratos de 55,7 milhões de dólares, já foram admitidos para o financiamento pela parte cubana.

Por sua vez , o diretor executivo do conselho dos empresários “Rússia –Cuba” , Mikhail Vagin , destacou que o problema do financiamento dos projetos conjuntos segue constituindo o principal obstáculo para o desenvolvimento da cooperação bilateral.

 “ Se lográssemos resolver o problema da dívida , isto nos desataria as mãos em muito grau” , disse. A Duma ( Câmara baixa do parlamento russo) ratificou semana passada o acordo governamental sobre a reestruturação da dívida de US$ 166,9 milhões que La Habana tem com Moscou, tendo em conta os créditos emprestados no período 1993-1996, em particular, para financiar as obras na central nuclear Juraguá.

O acordo , firmado em 2006 prevê um prazo de 10 anos para a liquidação da dívida, incluídos privilégios especiais por um período de quatro anos e um interesse de 5 % por morosidade. Todos os pagos serão efetuados em euros, segundo Ria-Novosti.

 Por Lyuba Lulko

 
2129
Loading. Please wait...

Fotos popular