Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


São Jorge mata o Dragão e ruma a Portugal

19.11.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

As equipas alinharam-se:

País de Gales

Jones; Delaney, Barnard, Gabbidon, Johnson; Melville, Savage, Speed, Giggs; Kournas, Hartson

Treinador: Mark Hughes

Rússia

Malafeev; Evseev, Sennikov, Ignashevitch, Onopko; Alenichev, Smertin, Bulyakin, Izmailov; Gusev, Titov

Treinador: Georgi Yartsev

Nos primeiros dez minutos, o País de Gales pressionou os visitantes, mas a experiência de Onopko na defesa russa mais uma vez valeu a equipa. O capitão russo, com o seu 109ª actuação na equipa, é o jogador da Rússia que mais vezes joga para a selecção nacional. Malafeev, na estreia internacional, e Onopko cancelaram iniciativas galesas neste minutos iniciais.

Após 15 minutos, a equipa russa começou a tomar conta do jogo. Bulyakin teve um remate aos 15’ salvo por Gabbidon, aos 16’ o remate de 30 metros de Smertin foi cancelado por Speed, para canto e um minuto mais tarde, Savage concedeu outro canto, após remate de Gusev. Rússia a crescer.

Aos 22’, Evseev marcou o único golo da partida, confirmando a dominação russa, mostrada em Moscovo mas não confirmado pelo empate a zero golos. Gusev cruzou a bola dum ponta-pé livre e Evseev marcou com uma cabeçada potente. 0-1.

Após este golo, a Rússia fez jogo inteligente, jogando futebol de posse, avançando em massa e retraindo atrás da bola. O golo marcado fora ditava aos galeses que tinham de marcar duas vezes. Tentaram, Hartson e Kournas chegaram perto da baliza da Rússia nos minutos 26 e 27 mas a Rússia sempre ripostou, primeiro por Gusev e depois por Izmailov, os seus remates não correspondendo à oportunidade.

Até ao final da primeira parte, Onopko marcou Hartson para anular o ataque galês enquanto Evseev, Titov, Onopko e Bulyakin fizeram raides perigosas à baliza dos anfitriões. Aos 42’ Giggs bateu contra um poste, mas no minuto seguinte, Gusev viu seu remate sair por centímetros. Ao intervalo, 0-1.

A segunda parte começou com futebol de fantasia, as duas equipas atacando furiosamente. O País de Gales teve oportunidades por Speed (canto), Giggs e Hartson e Rússia por Bulyakin nos primeiros dez minutos.

Aos 58’, Earnshaw substituiu Johnson (atacantes) na equipa galesa e um minuto mais tarde, Yartsev fez Radimov entrar por Titov (ambos meio campo). Dois cantos para a Rússia foram seguidos por dois ataques da equipa da casa, até que Kournas teve três oportunidades em três minutos entre 66’ e 68’.

Mais futebol de ataque das duas equipas, até que Blake substituiu o já cansado Koumas na equipa galesa aos 74’. Nos próximos dez minutos, Bulyakin e Giggs tiveram oportunidades frustradas. A Rússia já sentia que o Gales nunca iria marcar dois golos e manteve a possessão até ao final do jogo, os ataques galeses sendo anulados pela defesa da Rússia.

Rússia assim se qualifica para o Euro 2004 em Portugal.

PRAVDA.Ru

 
2999
Loading. Please wait...

Fotos popular