Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Quem tramou Vladimir Putin?

19.02.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Aleksandr Veshnyakov, Presidente da Comissão Eleitoral Central da Federação Russa, considera que os canais de televisão estatais foram longe demais quando fizeram a cobertura da reunião entre Vladimir Putin com seus delegados autorizados.

De acordo com a agência RIA Novosti, Veshnyakov fez a sua afirmação depois de alguns candidatos para a Presidência terem enviado seus protestos à Comissão Eleitoral Central. Os candidatos dizem que seus direitos foram violados quando os canais estatais de TV exageraram no tempo de cobertura da reunião entre Vladimir Putin e seus delegados.

Nikolay Kharitonov, candidato do Partido Comunista, disse na quinta-feira passada que iria fazer uma reclamação à Comissão porque o candidato Putin tinha violado seus direitos e iria exigir uma reunião com seu eleitorado, coberto pelo segundo canal da TV estatal.

Depois, a candidata Irina Khakamada, independente, também enviou uma reclamação à Comissão e também pediu tempo de cobertura televisiva.

A agência RBC relata que Aleksandr Veshnyakov não viu toda a cobertura televisiva de Putin e por isso não pode comentar, mas prometeu estudar o caso depois da sua visita à República de Tatarstão.

Vladimir Putin apareceu no canal de TV Rossia na tarde de 12 de Fevereiro e a sua reunião com delegados demorou 32 minutos, seu discurso pessoal sendo 29 minutos e 5 segundos. Vladimir Putin definiu seu discurso como um relatório ao eleitorado e um sumário dos seus planos. Por isso Rossia TV definiu esta peça como um encontro do presidente com seu eleitorado.

No entanto, o canal afirma que o Presidente não pagou pela peça com seu fundo de eleição porque não era parte da sua campanha, mas um relatório. Não fazia parte do aparecimento gratuito na TV a que todos os cândidos têm direito. De acordo com os preços oficiais para TV e Rádio Estatal de Toda a Rússia (VGTRK), um spot de 30 segundos custa entre 90 e 166 milhares de rublos, dependendo do reiting do programa quando aparece. Se Putin pagasse, teria sido entre 5,2 e 9,6 milhões de rublos.

Sobre a reunião de 12 de Fevereiro, Vladimir Putin disse: “Tenho a certeza de que um presidente incumbente não deveria empurrar a sua pessoa, porque deveria ter feito isso durante os quatro anos da sua presidência. Mas ao mesmo tempo, creio que devo apresentar um relatório ao eleitorado e a toda a Rússia daquilo que se conseguiu fazer e daquilo que pretendo fazer durante os próximos quatro anos, se preferem minha candidatura em 14 de Março”.

Com certeza o presidente nem sonhava o que aconteceria quando apresentou este relatório. O que se pode desculpar nele, não pode ser desculpado nos tecnocratas que o rodeiam, na sua sede de candidatura.

Foi a culpa de alguém na sua administração presidencial ou dum jornalista de TV?

Yegor BELOUS PRAVDA.Ru

 
2916
Loading. Please wait...

Fotos popular