Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Comunicado do Presidente do YABLOKO

17.06.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Grigori Yavlinski lança um voto de “não confiança” no governo da Federação Russa, reclamando liberdade de expressão. Tem sorte que está na Federação Russa porque se estivesse nos EUA, não a teria.

Reclama esse senhor que 50% dos russos estão contra o governo porque não têm confiança nele, por causa da burocracia, da reforma fiscal, regulamentação excessiva nos assuntos alfandegários, proteccionismo, pressões da administração sobre pequenas e médias empresas, falta de protecção da propriedade privada, falta de liberdade de concorrência e falta de vontade de ver a Rússia na OMC.

Por outras palavras, disparate. Se 50% dos russos não têm confiança no governo, como explicar as taxas de popularidade de Vladimir Putin de 80% há menos do que um ano, muito mais agora que o Presidente da Federação Russa defende a posição comum, apoiado pela maioria da população mundial, no que diz respeito à gestão de crises e a nova ordem mundial?

Se a grande maioria da população mundial está com o Presidente, e 50% dos russos não, então há qualquer coisa que não bate bem. Agora quando os primeiros anos da presidência de Vladimir Putin foram passados a retirar dos seus galhos os oligarcas criados na presidência de Eltsin, como é que o presidente do Yabloko pode afirmar que o sistema é, citando, ”um sistema semi-criminoso oligárquico”?

Muito gosta esse senhor de falar, de largar sentenças, mas o quê é que Grigori Yavlinski percebe da política? Fala dum “sistema aberto e democrático que assegura os direitos humanos, baseado em valores europeus e uma economia de mercado”...pois, palavras de ordem, palavras de ocasião.

Fácil é falar e largar sentenças bonitas ou sonantes. Difícil é fazer virar uma nação inteira e é precisamente isso que Vladimir Putin e o seu governo fez.

Tomaram as rédeas de poder dum Eltsin pateticamente frágil, que governava (ou não) um país (ou não) à beira dum colapso, fizeram reconstruir o respeito internacional pela política externa de Moscou, fizeram melhorar substancialmente o nível de vida dos cidadãos. Muito fácil é estar sentado no escritório a criticar. Muito difícil deve ser ter a paciência ouvir os disparates dos que querem partilhar o bolo, sem terem nem sequer a qualidade de se sentarem à mesa.

Timofei BYELO PRAVDA.Ru

 
2364
Loading. Please wait...

Fotos popular