Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


UNICEF visita Angola

17.05.2016 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
UNICEF visita Angola. 24365.jpeg

Directora do UNICEF e o Representante da OCHA para a Região Austral e Oriental, começam hoje visita a Angola - Resposta aos efeitos do fenómeno El Ninõ no sul de Angola e o combate ao surto da febre-amarela, na agenda dos responsáveis. 

Luanda 16 de Maio de 2016 - A Sra Leila Pakkala, Directora do UNICEF para a Região Austral e Oriental e o Sr. Pete Manfield, Representante Regional para a Coordenação dos Assuntos Humanitários (OCHA) realizam, a partir de hoje, uma visita de dois dias, para se inteirarem das acções de apoio ao Governo na resposta ao surto de febre-amarela e ao impacto do fenómeno El Niño no sul de Angola.

A visita da Directora Regional do UNICEF e do Representante Regional da OCHA constituí uma oportunidade para reafirmar o compromisso das Nações Unidas em apoiar o Governo no desenvolvimento das crianças angolanas, particularmente aquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade e a viver em situação de emergência como a seca e o surto de febre-amarela.

Estima-se que mais de 756 mil crianças estejam afectadas pela seca no país, provocada pelo fenómeno El Niño, das quais, mais de 95.877 sofre de desnutrição aguda grave. Como resposta a esta situação, o Sistema das Nações Unidas em Angola está a realizar intervenções em estreita coordenação com o Governo Nacional e os Governos das três províncias mais afectadas no sul de Angola (Cunene, Namibe e Huíla). Neste contexto dados os desafios enfrentados foi designada uma oficial para apoiar e facilitar a coordenação nas intervenções de resposta a seca, que é financiada pela OCHA.

Por sua vez o UNICEF apoia os Governos das três províncias mais afectadas com intervenções no sector da saúde e nutrição, água e saneamento.

As intervenções do sector de água e saneamento incluem a reabilitação de bombas manuais, o fortalecimento do saneamento rural com a extensão do programa de Saneamento liderado pela Comunidade (STLC), e a distribuição de até 17 toneladas de artigos de emergência para água, saneamento e higiene, prioritariamente para famílias com crianças em tratamento da malnutrição.

Com a aquisição de mais de 46 mil caixas de produtos para o tratamento da malnutrição, e com o treinamento de técnicos no Programa Terapêutico de Tratamento Ambulatório, o UNICEF contribui para garantir que mais crianças possam recuperar do estado de malnutrição aguda grave.

No combate a febre-amarela, o UNICEF, em estreita colaboração com a OMS e outros parceiros empenhados nesta matéria, apoia por meio da sua divisão de logística, na aquisição atempada das vacinas destinadas a campanha e no reforço da cadeia de frio com a obtenção de caixas de conservação e transporte de vacinas, meios necessários para o funcionamento das equipas nas campanhas. Outro suporte da organização está no desenvolvimento e implementação da estratégia de comunicação e mobilização comunitária para apoiar as campanhas e também nas acções de combate ao vector. 

Dada a situação económica que Angola vive, o UNICEF participa também na mobilização de recursos financeiros substanciais complementada com a intervenção atempada da OCHA, através da sua janela de financiamento de emergência. Estes meios financeiros têm sido cruciais para a aquisição de insumos para fazer face a seca e no co financiamento para aquisição da vacina contra a febre-amarela.

Leila Pakkala, Directora do UNICEF para Região Austral e Oriental e Pete Manfield, Representante Regional para a Coordenação dos Assuntos Humanitários (OCHA) serão recebidos na tarde de terça-feira, dia 17 de Maio, por Sua Excelência Sr. Vice Presidente da República, Manuel Domingos Vicente onde terão a oportunidade de abordar aspectos importantes na resposta a emergência bem como os programas de desenvolvimento que contam com a participação das Nações Unidas. 

 

 
4912
Loading. Please wait...

Fotos popular