Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Putin e Wolfensohn realizam consultas sobre o Oriente Médio

16.02.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

"Cheguei a Moscou para explicar a situação e conhecer seu ponto de vista e seus conselhos, não só como líder da Rússia, mas também como dirigente do país que preside este ano o Grupo dos Oito (G8)" Estados mais industrializados, disse Wolfensohn a Putin no início da reunião.

Putin lembrou o trabalho anterior de Wolfensohn à frente do Banco Mundial, quando foram colocadas "as bases para a cooperação" dessa instituição com a Rússia pós-soviética, e o elogiou por "continuar sua enérgica atividade" na comunidade internacional.

O chefe do Kremlin afirmou que as relações de Wolfensohn com Moscou são atualmente "ainda mais estreitas", devido a sua condição de enviado especial do Quarteto de Madri de mediadores internacionais para o Oriente Médio - formado pelos EUA, Rússia, ONU e União Européia.

"Sei que o senhor fez uma viagem por países do Golfo Pérsico e arrecadou vários fundos para o processo de paz no Oriente Médio", disse Putin, que agradeceu a seu interlocutor a "oportunidade de conversar" sobre a situação nessa região, segundo a agência "Interfax", e depois disso a reunião prosseguiu sem a presença da imprensa.

Espera-se que um dos temas da reunião seja o convite que Putin fez ao Hamas, que venceu as recentes eleições parlamentares palestinas, de enviar uma delegação a Moscou para iniciar conversas.

Putin justificou o convite com o argumento de que seu Governo nunca considerou o Hamas como um grupo terrorista, como o qualificam seus outros parceiros do Quarteto de Madri.

O Kremlin diz que aproveitará essa reunião, criticada por Tel Aviv e só apoiada claramente por Paris, para transmitir ao Hamas as condições estipuladas pelo Quarteto sobre a necessidade de que o movimento islâmico renuncie à violência e reconheça Israel.

 
2097
Loading. Please wait...

Fotos popular