Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Rússia não negociará com terroristas chechenos

12.11.2002 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, rejeitou toda as acusações imputadas a Moscovo no sentido de esta ter dominado a liberdade na Chechénia. A Rússia tem combatido o terrorismo internacional e está pronta a fazer-lhe frente em todos os lugares - assinalou Putin, acrescentando que a Rússia enfrenta sobretudo as manifestações terroristas na Chechénia.

Para Putin, as autoridades russas defende o processo político, sugerindo, porém, tratar separadamente os problemas do terrorismo e da resolução da situação. "Aqueles que desejam a paz na Chechénia têm o direito de juntar-se ao processo de resolução" - disse Putin. "Não só penso como também actuo neste sentido"- frisou o líder russo.

Por exemplo, o actual administrador da Chechénia, Akhmad Kadirov, lutou de armas na mão, num passado recente, contra as forças federais. Agora é chefe da administração provisória da Chechénia. "Não é de estranhar, aquele período foi difícil para a Rússia" - disse Putin.

"Devemos ter tudo em conta, atrair aqueles que aspiram à paz" - assinalou o Presidente russo. Ao mesmo tempo, deverão ser excluídos do processo de paz aqueles que promovem e perpetram atentados terroristas, a pretexto de luta pela paz e outro valores muito apreciados pelos países democráticos.

Moscovo continuará a combater tais forças -disse Putin, manifestando a esperança de poder contar com apoio internacional neste sentido. Putin é de opinião de que, se proporcionar àquelas forças pelo menos uma única chance, amanhã as explosões ocorrerão não só em Washington, Moscovo, Nova Iorque e Bali como também em muitos outros países do mundo.

"Se não interpretarmos de modo igual actividades como estas, teremos problemas" - disse Putin.

© RIAN

 
1807
Loading. Please wait...

Fotos popular