Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Especialistas russos dividem-se na avaliação do filme “OK-19” – fabricante de viúvas

09.10.2002 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Os especialistas russos, envolvidos na operação de resgate do submarino nuclear "Kursk", dividem-se na avaliação do filme "O "K-19" - Fabricante de Viúvas", de Kathryn Bigelow, sobre o submarino soviético "K-19".

Como disse na abertura de uma exposição por ocasião do primeiro aniversário da operação de resgate do submarino "Kursk", o académico Igor Spasski, director-geral do laboratório de projecção "Rubin", ele "não assistiu nem vai assistir ao filme "O "K-19" - Fabricante de Viúvas", pois é de opinião de que os cineastas norte-americanos não podem, em princípio, fazer um filme verídico sobre os submarinos soviéticos.

O almirante Mikhail Motsak, que havia dirigido a operação de resgate do submarino nuclear "Kursk", disse, por seu turno, ter ficado satisfeito com a obra dos cineastas americanos. "No filme, os tripulantes do submarino "K-19" aparecem como verdadeiros heróis" - disse o almirante. "Os autores da obra quiseram render homenagem aos marinheiros soviéticos e relatar a sua proeza, e conseguiram" - afirmou Motsak.

O enredo do "O "K-19" - Fabricante de Viúvas" baseia-se num episódio real ocorrido em 1972, no auge da Guerra Fria: o submarino soviético sofreu um acidente perto da costa americana. O filme estreou a 19 de Julho de 2002 em Los Angeles, tendo sido exibido pela primeira vez na Rússia no domingo passado, em São Petersburgo. Em Moscovo, o filme estreará a 17 de Outubro.

© RIAN

 
1490
Loading. Please wait...

Fotos popular