Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


'HOLOCAUST' contra os Eslavos em Israel

09.09.2002 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Uma lei nova foi passada em Israel. Os termos da lei são como segue. Se um cidadão aceitar o auxílio do estado, este cidadão pode somente sair do país após um ano. Esta medida afectará directamente os imigrantes da Rússia.

Muitos deles vivem com pensões do Estado. Além disso, todas as datas das suas viagens são registadas por oficiais israelitas. Os imigrantes da antiga União Soviética fazem a maioria dos recém chegados imigrantes. De acordo com a informação de uma agência judaica, 34 mil repatriados vieram a Israel em 2002. Um grande número, 21.600 pessoas, vieram dos estados que faziam parte da URSS.

Estes foram a Israel porque foram chamadas para lá ir. Foram prometidos que um paraíso lhes esperava (durante a guerra), contudo não vêm nada mais do que discriminação contra eles por parte dos israelitas. Por mais que tentam tapar a cabeça quando vão ao templo, por mais que tentam aprender o Tora, por mais que vão ao Sinagoga, são sempre estrangeiros e são recebidos como tal. Por isso, por quê é que foram chamados para abandonar os seus lares?

Um grupo dos israelitas novos (russos por nacionalidade) quiseram organizar um clube Eslavo em Israel. A permissão foi recusada. Esta realidade é uma surpresa chocante para aquelas que vieram a Israel da antiga URSS. Estes gentis (250,000 a 600 mil pessoas) têm raízes Eslavos, mesmo se vieram a Israel da Moldavia, do Azerbaijão, ou de Cazaquistão. Em Israel são sujeitados frequentemente a vários tipos da discriminação. Os russos não têm um lugar digno na sociedade israelita. São impedidos de participarem na política, por exemplo. Não há um russo no parlamento israelita, nenhum presidente de Câmara russo, nada. Sem comentário.

Dmitry LITVINOVICH PRAVDA.Ru

 
1794
Loading. Please wait...

Fotos popular