Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


COVID-19: Guia de Sobrevivência

09.03.2020 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

 

COVID-19: Guia de Sobrevivência. 32808.jpeg

COVID-19: Guia de Sobrevivência

Source: https://www.veteranstoday.com/2020/03/06/covid-19-survival-guide/

Por Carol Duff, MSN, BA, RN

6 de Março de 2020

 


ENGLISH
 РУССКИЙ PORTUGUÊS

 

A situação do COVID-19 está a mudar rapidamente. Agora vamos abordar alguns factos médicos sobre o vírus, que tem ocupado um lugar proeminente nas notícias, visto que se deslocou da China para outros países. Este é um novo vírus, portanto, as pessoas não têm imunidade contra ele. Não há vacina para o COVID-19, embora esteja a ser desenvolvida. Uma vacina segura e utilizável pode demorar muitos meses.

O COVID-19 tem um período de incubação de, pelo menos, 14 dias. A gripe (influenza) tem um período de incubação muito mais curto, de um a quatro dias. O que significa que uma pessoa infectada com COVID-19 espalhará o vírus por, pelo menos, 14 dias sem parecer estar doente. É um longo período de tempo para transmitir o vírus. Muitas pessoas podem ser infectadas por uma só pessoa e, dependendo do ambiente ao redor da pessoa contaminada pelo vírus, como num avião, numa prisão, num lar de idosos, etc. a quantidade de propagação pode ser muito alta. Com a gripe influenza, a pessoa infectada sente-se doente rapidamente, e tem menos tempo para espalhar o vírus da gripe. Mesmo com o período de incubação mais curto da gripe, o número de infecções é muito alto, maior do que com o COVID-19.

Então, o que podemos fazer para evitar que o COVID-19, o novo coronavírus 2019 e, francamente, também a habitual gripe anual? Existem medidas que pode tomar para ajudá-lo a evitar adoecer. Não é um dado adquirido que o leitor não possa lutar contra o COVID-19.

Os dados mais antigos sobre as infecções virais por intermédio do COVID-19 são que afectam rapidamente os idosos com condições médicas pré-existentes/latentes do coração, pulmão e rins. O sistema imunológico nos adultos mais velhos é menos robusto do que quando eram mais jovens, portanto, eles têm uma capacidade reduzida de combater infecções e doenças. É o grupo que está a morrer de infecções causadas pelo COVID-19.

Como a faixa etária mais avançada tem maior risco de ser infectada pelo COVID-19, existem algumas precauções que podem ser tomadas para estas pessoas se protegerem.

  • Fique em casa o máximo possível.
  • Quando precisar de estar em público ou viajar, fique longe de qualquer pessoa que esteja doente elave, lave, laveas mãos com água e sabãoe mantenha as mãos afastadas do rosto: nariz, olhos, boca.
  • Mantenha medicamentos suficientes e quaisquer suprimentos médicos necessários para várias semanas.
  • Evite multidões.
  • Evite a viagem de avião devido à falta de ventilação dos aviões.
  • Se contar com alguém para lhe dar apoio, verifique se possui outras pessoas que o possam ajudar, se ele ou ela ficar doente.

 

E os restantes? Vamos começar com o que é muito óbvio. Não beije ou abrace as pessoas ao cumprimentá-las. Por enquanto, evite também o aperto de mão. Não faça saudações que envolvam tocar a mão de outra pessoa. Simplesmente, siga a directriz de "não" tocar ou 100% de não fazer qualquer contacto físicoOs vírus são transmitidos por contacto físico, mas também por outros meios, como gotículas de vírus a flutuar no ar, mesmo depois da pessoa infectada sair da área.

Esfregue e lave as mãos com água e sabão. Use sabão e muita água e esfregue entre os dedos, as costas das mãos, os pulsos, as pontas dos dedos e faça-o durante, pelo menos, 20 segundos. É melhor do que usar desinfectantes para as mãos para eliminar os germes que chegaram à sua pele. Se estiver a sair de uma casa de banho pública, use a toalha de papel para abrir a porta e sair. Se foi um daqueles lugares que só tem um secador de mãos, use a manga do que tiver vestido para pegar a maçaneta da porta. Não há necessidade de levar germes extras consigo. Não toque com as suas mãos em nenhuma maçaneta, corrimões de escadas rolantes ou de escadas normais, num local público.

Desinfectantes para as mãos e toalhetes anti-bacterianos são adequados se não tiver acesso a água e sabão. São fáceis de transportar, mas na verdade não são tão eficazes como as lavagens com água e sabão. O teor de álcool nos desinfectantes para as mãos varia e pode ser irritante para a pele. Deve usar um desinfectante com, pelo menos, 60% ou mais de álcool, esfregar as mãos durante, pelo menos, 20 segundos e deixar a pele secar.

Não posso deixar de salientar, suficientemente, esta importante medida antivírus. Evite tocar o seu rosto, boca, nariz e olhos. Não acreditará quantas vezes durante o dia, inconscientemente, levará os dedos ao rosto, à boca e aos olhos. Pare de tocar o seu rosto! "Não tocar no rosto" será algo que terá de se lembrar o dia inteiro. Lave sempre as mãos antes de tocar no seu rosto. Conhece aqueles colares de plástico que os animais de estimação têm de usar para impedir que lambam, mastiguem uma área do corpo que foi operada ou medicada recentemente? Um cone ou colar de plástico colocado ao redor do pescoço seria perfeito para manter as mãos afastadas do rosto, mas, provavelmente, são considerados inadequados. Existem em vários tamanhos.

Pelo que considera mais sagrado, fique em casa se estiver doente. Não só infectará outras pessoas, mesmo que não tenha o COVID-19, que é o caso mais provável, neste momento, corre o risco de apanhar outra infecção, visto que o seu sistema imunológico já está a ser atacado. Seria útil e ético que as entidades patronais fizessem ajustes para os trabalhadores, para que se sintam livres de permanecer em casa, se estiverem doentes.

Cubra o nariz e a boca com a área interna do cotovelo do braço ao espirrar ou tossir. Isto impedirá que parte da pulverização em aerossol de gotículas virais seja lançada no ar para que outros possam inalar, mas também deixará gotículas virais, talvez na forma de muco, nas suas roupas, que precisarão ser retiradas e lavadas.

Descalçar os sapatos que usava ao ar livre é uma boa prática. Não só evitará trazer vírus para sua casa, mas também evitará as bactérias fecais que causam diarreia, que não é um sintoma da infecção viral por COVID-19, mas que devem ser evitadas.

Use só a máscara facial, se você estiver doente, pois já existe escassez  em algumas áreas. Mas, refiro novamente, que tal ficar em casa, se estiver doente? Os profissionais de saúde usarão as máscaras para impedir que contraiam o vírus dos pacientes doentes que estão a tratar. Além do mais, usar uma máscara pode dar-lhe uma falsa sensação de que pode estar protegido a 100%.

Vá em frente e pense antes de tomar a vacina contra a gripe, a da gripe influenza que não é o COVID-19, mas que está a deixar muito mais pessoas doentes e a causar muito mais mortes do que estamos a ver actualmente com o COVID-19. As vacinas para o COVID-19 estão a ser desenvolvidas, mas nenhuma está disponível neste momento. Quando a vacina se tornar disponível, é boa ideia adquiri-la se estiver a pensar viajar de avião.

Pontos a ter em consideração:

  • O COVID-19 está actualmente a matar idosos com problemas médicosantesda infecção viral.Se possível, os idosos com problemas médicos não devem entrar em áreas públicas.
  • COVID-19 não parece estar a prejudicar as crianças.As crianças não morreram de COVID-19 e as únicas crianças infectadas com o vírus, receberam-no de um membro da família.As crianças estão a morrer de gripe comum (influenza).
  • Pratique a lavagem agressiva das mãos durante, pelo menos, 20 segundos com água e sabão,muitas vezes ao dia,antes de comer e quando estiver em público.
  • Não toque no seu rosto sem primeiro concluir a lavagem das mãos recomendada acima.
  • Até hoje, 06 de Março, a gripe está a causar muito mais impacto nos americanos do que o COVID-19. O novo coronavírus 2019 é chamado agora de síndrome respiratória grave e aguda ou SARS CoV-2.
  • Pequenas gotas do vírus COVID-19 podem permanecer no ar após a pessoa infectada deixar a área.

Infecções

COVID-19: Aproximadamente 101.781 casos em todo o mundo; 260 casos nos EUA em 6 de Março de 2020.

Gripe: Estimativa de 1 bilião de casos em todo o mundo; 9,3 a 45 milhões de casos nos EUA por ano.

Mortes

COVID-19: Aproximadamente 3.460 mortes relatadas em todo o mundo; 14 mortes nos EUA, em 6 de Março de 2020.

Gripe: 291.000 a 646.000 mortes em todo o mundo; de 12.000 a 61.000 mortes  por ano, nos EUA.

 

BIOGRAFIA

Carol licenciou-se na Escola de Enfermagem Riverside White Cross, em Columbus, Ohio e recebeu o seu diploma de enfermeira. Frequentou a Bowling Green State University, onde recebeu um Bacharelado em História e Literatura. Frequentou a Faculdade de Enfermagem, na Universidade de Toledo e recebeu um Mestrado em Ciências de Enfermagem como Educadora.

Carol Duff, MSN, BA, RN

 

Posted by luisavasconcellos2012@gmail.com at 3/08/2020 12:25:00 AM 

Email ThisBlogThis!Share to TwitterShare to FacebookShare to Pinterest

Labels: COVID-19: Survival GuidePORTUGUÊSPORTUGUESE

 Foto: Por NIAID Rocky Mountain Laboratories (RML), U.S. NIH - https://www.niaid.nih.gov/news-events/novel-coronavirus-sarscov2-images, Domínio público, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=87089605

https://nowarnonato.blogspot.com/2020/03/pt-covid-19-guia-de-sobrevivencia.html

 

 
12900

Fotos popular