Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


"Democracia" no estilo asiático em troca do dinheiro europeu

08.10.2002 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Uma delegação do Parlamento Europeu, liderada por Antonio Di Pietro, visitou a república de Kyrgyzstão. Os deputados da União Europeia estão prontos a ajudar a ex-república Soviética a fim de facilitar a sua dívida externa. Entretanto esta ajuda dependerá do curso das reformas políticas e económicas nesta pequena república na Ásia Central.

O Delegado do Parlamento Europeu chegou em Bishkek para fazer o exame da situação, na terceira sessão da Comissão para a Cooperação Parlamentar entre Kyrgyzstão e a União Europeia. A delegação incluiu Deputados italianos, ingleses, suíços, franceses e alemães. Esta visita é a continuação da execução do acordo especial desta parceria. O acordo veio a efeito em Julho de 1999. As comissões comuns realizaram duas sessões durante esse tempo, em Bishkek e em Bruxelas. O delegado europeu deu especial atenção as condições financeiras. A cooperação económica com os países desenvolvidos permitirá que os países da Ásia Central lidem com os seus graves problemas sociais, com a pobreza de sua população primeiramente.

De acordo com os deputados do parlamento europeu, Kyrgyzstão tem conduzido o trabalho activo na emenda de políticas do imposto e do investimento. Ainda, os problemas políticos sérios impedem que a sua realização seja mais eficiente. Como indicou um dos membros indicados da delegação europeia, A Europa preocupa-se seriamente com os recentes eventos ocorridos no Sul do Kyrgyzstão (demonstrações anti-presidenciais). Os europeus delegam muita atenção à situação com meios comunicação livres. Acreditam que a liberdade de expressão é um factor decisivo, tanto quanto a avaliação da situação política.

Oficialmente, os jornalistas não são sujeitos a censura no Kyrgyzstão, entretanto enfrentam constantemente a pressão económica. Por exemplo, o governo da república proibiu investimentos estrangeiros nos meios de comunicação. A proibição foi levantado pelo então presidente Askar Akayev.

O Presidente da República, Askar Akayev, durante a reunião com a delegação europeia, afirmou que a relação entre a república e a União Europeia são muito úteis. Deu boas vindas especiais à iniciativa da UE, que dobrará seu DAE (dispositivo automático de entrada) aos países da Ásia Central, isto foi decidido após os trágicos eventos de 11 de Setembro. O Presidente Akayev indicou que a ajuda europeia era de grande importância para o Kyrgyzstão, desde que a pobreza da população era um dos requisitos básicos para o terrorismo e o extremismo.

Yury RAZGULAEV PRAVDA.Ru BISHKEK KYRGYZTÃO

 
2612
Loading. Please wait...

Fotos popular