Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


MASSACRE NA RÚSSIA: SÍNTESE

08.09.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Mas os números podem aumentar, há muitas vitimas internadas nos hospitais que correm o risco de morte e cerca de duas centenas desaparecidas. Algumas só podem ser identificadas pelo exame de ADN.

A escola foi alvo de 26 terroristas chechenos, árabes e outras nacionalidades que seqüestraram 1.200 pessoas. Crianças, professores, pais e mães, todos estavam presentes para celebrar o primeiro dia de ano letivo na Rússia. O que seria uma grande festa e alegria se transformou em um horror e barbárie.

Os terroristas fanáticos invadiram a escola de Beslan, na Ossétia do Norte, no dia 1 de setembro, fazendo 1.200 pessoas reféns. Os terroristas foram muito cruéis desde o começo, não permitindo que as crianças se alimentassem e nem bebessem água. Algumas crianças bebiam a própria urina para saciar a sede, outras desmaiavam desidratas e famintas. Até o choro de bebês e crianças irritavam os terroristas, que davam tiros de metralhadora no ar.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, deu ordens para negociar com os terroristas durante o sequestro para salvar a vida dos reféns. No segundo dia de seqüestro, as tropas da Rússia solicitaram a entrada de alimentos e água na escola para os reféns mas os terroristas negaram. O seqüestro a escola, deixou a população de 30 mil habitantes de Beslan desesperados. Todos acompanhavam ansiosamente por noticias.

Ainda no segundo dia os terroristas libertaram 26 mães com crianças de colo, isso aconteceu por causa do choro. Outro grupo de 3 mulheres e 2 bébés também foi libertado. Dentro da escola, as crianças foram amontoadas no ginásio de esportes, cercadas por explosivos e de terroristas que ameaçavam matá-las caso a Rússia não atendesse às reivindicações; retirada das tropas russas na Chechenia e a liberdade dos terroristas presos.

Na sexta-feira, 3 de setembro, algumas crianças fugiram da escola depois da detonação duma bomba e os terroristas alvejavam elas, disparando tiros nas suas costas, muitas foram feridas e outras morreram, as milícias ossétias e as forças de segurança russas trocavam tiros com os terroristas e os soldados das forças especiais corriam para proteger as crianças, que ficaram na linha de fogo. Os terroristas detonaram os explosivos no ginásio da escola e o teto desabou caindo em cima dos reféns. As tropas russas invadiram a escola e assumiram o controle da situação, libertando os que sobreviveram. O que se seguiu depois foi um caos.

Parentes das vitimas corriam para hospitais, outras percorriam o que sobrou da escola para achar seus filhos, uns corpos estavam carbonizados, outras pessoas estavam gravemente feridas e jazia um grande número de vítimas do lado de fora da escola em macas cobertas por lençóis brancos.

Aquelas cenas das crianças pálidas, correndo ensangüentadas de um lado para o outro, e de mães e pais chorando por seus filhos mortos chocaram o mundo.

Injustificável matar crianças inocentes em nome de uma causa (independência da Chechenia) se é que existe uma causa para á barbárie ocorrida. Os terroristas responsáveis pela tragédia em Beslan, acreditavam que a morte de inocentes o levariam a ser heróis, aonde seriam recebidos pelas 72 virgens e por Alá.(?) Isso passa somente na cabeça de terroristas cegados pelo ódio, fanatismo e com sérios distúrbios mentais. Sem dúvida o terrorismo mostrou a sua pior face: não poupa a vida de crianças inocentes. É também muito provável que os rebeldes ao invadir a escola em Beslan, estariam tentando levar a Rússia a uma guerra no Cáucaso.

O ataque provocou comoção mundial, a UE, os EUA e líderes de todas as partes do mundo enviaram suas condolências á Rússia. Alemanha e França enviaram remédios á Ossétia do Norte para os feridos e Israel ofereceu ajuda á Rússia para combater o terrorismo.

Michele MATOS PRAVDA.Ru

 
3917
Loading. Please wait...

Fotos popular