Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Resultados iniciais das eleições

07.12.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A grande surpresa com 4.4% dos votos contados é a posição do LDPR de Vladimir Zhirinovsky, à frente dos Comunistas (KPRF). Porém o que importa é a grande vitória da Rússia Unida (Edinaya Rossiya), que conta com 36,5% do voto. Aleksandr Veshnyakov, Presidente da Comissão Central das Eleições na Rússia, confirmou que às 18.00 MSK, 47,62% do eleitorado tinha expresso seu voto.

Com 4,4% dos votos contados, o resultado final está visível: a vitória da Rússia Unida, partido que apoio o presidente, Vladimir Putin. Os resultados iniciais apontam para 36,5% para Rússia Unida, 15,5% para os Liberais Democráticos (LDPR) de Zhirinovsky, 12,9% para os Comunistas (KPRF), 7,6% para Rodina Blok, 4,2% para Yablolo, 3,4% para SPS e 4,8% nulos.

Mais nervoso focou o KPRF, que ameaça pedir a anulação do voto. Porém, os observadores independentes da Comunidade dos Estados Independentes declararam que a eleição não teve nenhum incidente a apontar.

O facto que 47.62% do eleitorado veio votar é sintoma da grande confiança do povo russo no seu Presidente e na certeza de que o Partido Rússia Unida iria ganhar a eleição, nada tendo a ver com a análise estereotipo de várias órgãos internacionais, que reclamam que o baixo número de votantes corresponde a uma falta de confiança na democracia.

De acordo com a Constituição da Federação Russa, tem de haver uma percentagem de pelo menos 25% de votantes por região e para ter expressão na DUMA, cada partido precisa de ultrapassar o limiar dos 5%, o que indica esta vez, como previsto na PRAVDA.Ru esta semana, que YABLOKO poderá não atingir essa cifra, pelo que o líder deste partido, Sergey Ivanenko, declarou que está a analisar os resultados para ver se há caso para levantar um processo contra Rússia Unida, por infracções, embora reconheça que estas não têm sido suficientes para iniciar um processo de recurso.

Quanto aos Comunistas, que arriscam ficar em terceiro lugar, o porta-voz da KPRF declarou à imprensa que o partido está estudando reportagens de violações, o que poderá levar a um pedido de questionar a validade do processo eleitoral.

No entanto, se os observadores da CEI não encontraram violações, o KPRF ocuparia melhor seu tempo a analisar por que razão o Zhirinovsky conseguiu, pelos vistos, obter mais votos do que eles. A sua mensagem, que viu o KPRF ganhar lugar de maior partido na DUMA em 1999, desta vez não resultou.

As eleições para a DUMA estatal decorreram paralelamente às eleições para eleger os governadores de certas regiões, o que aconteceu nas regiões de Moscovo, Orenburg, Tver, Tambov, Kirov, Vologda, Yaroslavl, Novosibirsk e Sakhalin e Bashkortostan.

De acordo com fontes da PRAVDA.Ru no Ministério de Relações Exteriores da Federação Russa, 1,178,000 cidadãos russos residentes no estrangeiro votaram em 330 centros de voto organizados em 140 países.

Timothy BANCROFT-HINCHEY PRAVDA.Ru Lisboa Konstantin KODENETS PRAVDA.Ru MOSKVA

 
3042
Loading. Please wait...

Fotos popular