Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Dia de Luto em Moscovo

07.07.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Yuri Luzhkov, Presidente da Câmara de Moscovo, declarou um dia de luto amanhã na memória das pessoas assassinadas pelas terroristas suicidas chechenas na capital russa no final de semana.

As duas terroristas detonaram as bombas atadas aos seus cintos no Sábado, na Festival de Música Rock Krylya, perto do aeródromo Tushino. Morreram 15 pessoas, 13 no lugar, incluindo as duas terroristas e mais dois no hospital. 40,000 pessoas estavam a ver o evento anual.

Houve duas explosões, separadas por 15 minutos. A primeira foi causada quando a primeira terrorista detonou a sua bomba às 14.45 MSK, depois de ter sido abordada por agentes da polícia, que suspeitavam seus movimentos. A mulher estava muito agitada e estava a empurrar as pessoas, a tentar entrar na portão principal. Depois de perceber que estava a ser abordada, detonou a bomba, que a matou. Três pessoas foram feridas na explosão.

Às 15.00 MSK, a outra mulher detonou sua bomba, que mutilou seu corpo e matou mais onze pessoas, ferindo 50. Outras duas pessoas morreram no hospital, vítimas desta explosão.

Dos 50 feridos, há 38 pessoas internadas, cinco dos quais em estado considerado crítico. A maioria dos vítimas eram adolescentes. Um era uma criança.

Uma das assassinas foi identificada por um passaporte. É Zalikhan Elikhadzhiyeva, 20 anos de idade, da aldeia chechena de Kurchaloi. Seus parentes são conhecidos às autoridades russas por envolvimento com terrorismo.

Os terroristas chechenos são contra a eleição presidencial na República da Chechenia, marcado para dia 5 de Outubro p+or decreto presidencial de Vladimir Putin na sexta-feira passada.

Esses bandidos querem criar um clima de tensão e instabilidade para continuarem a semear o caos na região e a lucrarem do tráfico de armas, drogas, mulheres e rapto de pessoas.

Presidente Vladimir Putin teve de cancelar visitas na sua agenda para ter consultas com seu gabinete, resultando no reforço de segurança em Moscovo.

No Domingo, o Presidente enviou a seguinte mensagem à população russa: “O objectivo desse ato terrorista é evidente – semear o medo, a suspeição e a intolerância étnica na nossa sociedade. Sabemos que os traidores do seu povo e os assassinos não poderão ter futuro”.

Konstantin KODENETS PRAVDA.Ru

 
2378
Loading. Please wait...

Fotos popular