Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Maioria dos idosos mortos em Tula continuam não identificados

06.11.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Maioria dos idosos mortos em Tula continuam não identificados

Trinta e um pessoas morreram no incêndio que atingiu no domingo (05) um asilo de idosos na região de Tula, no centro da Rússia, informou nesta segunda-feira a administração, segundo Interfax.

Sete corpos foram identificados, enquanto seguem as investigações para encontrar os desaparecidos e determinar as causas do fogo.

As equipes de resgate denunciaram a ausência de um sistema de alarme contra incêndios no asilo e a lentidão de seus funcionários para chamar os bombeiros.

As autoridades abriram uma investigação por "desrespeito às regras de segurança" e "violação das regras de proteção contra incêndios".

O fogo começou no segundo andar do prédio quando os idosos almoçavam, e se espalhou rapidamente por toda a construção, que é de madeira. As causas do incêndio ainda são desconhecidas.

O asilo fica no povoado de Velié Nikolskoye, a 30 km de Tula. .

As chamas foram controladas cerca de cinco horas depois do início do incêndio

Mais de 100 homens e 22 veículos do Corpo de Bombeiros foram enviados ao local; 293 pessoas, entre elas 17 enfermeiras do asilo, foram evacuadas.

Uma série de incidentes semelhantes provocaram dezenas de mortos nos últimos meses na Rússia.

Em dezembro de 2006, 45 mulheres morreram no incêndio aparentemente criminoso de uma clínica de desintoxicação para viciados em Moscou.

No dia 20 de março, o incêndio de outro asilo de idosos no sudoeste da Rússia deixou 63 vítimas fatais.

Na madrugada de 25 de março, 10 pessoas morreram quando a discoteca onde estavam em Moscou pegou fogo; outras 10 morreram em junho no incêndio de um centro geriátrico na região de Omsk, na Sibéria.

 
1872
Loading. Please wait...

Fotos popular