Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Ivanov: Não à abstenção

04.03.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

"A Rússia não considera que a abstenção na votação da questão do Iraque seja uma política justa" - declarou terça-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Igor Ivanov, em conferência de imprensa realizada pela internet na BBC.

O ministro lembrou que a Rússia, tal como os outros membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, dispõe do direito de veto. E se surgir tal necessidade, a Rússia poderá usar este direito - declarou Ivanov.

Segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Moscovo tenciona conseguir a unanimidade dos membros do CS da ONU. Na opinião de Igor Ivanov, a divisão no CS da ONU poderá complicar ainda mais a situação.

O chefe do MNE da Rússia deu a entender que, na sua opinião, para os EUA e a Grã-Bretanha será difícil convencer os outros membros do Conselho de Segurança da ONU da necessidade de aprovar a segunda resolução sobre o problema iraquiano.

"Consideramos ser possível conseguir o desarmamento do Iraque, e a posição da Rússia não tem nenhum jogo. A abstenção da votação não é a posição que a Rússia possa assumir" - disse ele.

O chefe da diplomacia russa disse que a Rússia está disposta a opor-se ao "partido da guerra".

Caso a guerra se inicie, a Rússia procurará detê-la e fazer voltar a regularização da situação à via política - disse o ministro russo. Ivanov assinalou que a Rússia não está disposta a usar a força para solucionar a crise iraquiana.

© RIAN

 
1533
Loading. Please wait...

Fotos popular