Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Igor Ivanov exorta a não identificar terrorismo com grupos étnicos e religiosos

02.12.2002 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Moscovo considera como perigosas e contraproducentes a abordagem simplificada do problema do terrorismo e as tentativas de identificá-lo com determinados grupos étnicos e religiosos - disse, em entrevista à RIA "Novosti", o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Igor Ivanov, a propósito da próxima visita do Presidente da Rússia, Vladimir Putin, à Índia, marcada para os dias entre 3 e 5 de Dezembro. O terrorismo internacional nunca tem sido conceito abstracto para a Rússia e a Índia. "Muito antes dos acontecimentos trágicos de 11 de Setembro, os nossos dois países procuravam chamar a atenção para este problema, tendo indicado a internacionalização das organizações terroristas" - recordou o ministro.

Como sabemos, os terroristas internacionais foram treinados em mesmos campos de treino, utilizam a mesma táctica e os mesmos métodos de prática de crimes - assinalou o ministro Igor Ivanov, citando como exemplo as explosões em casas residenciais em Moscovo, Volgodonsk e em frente da assembleia legislativa dos estados de Jamu e Caxemira, o assalto ao parlamento indiano, em Dezembro de 2001, e as recentes tomadas da igreja induísta no estado de Gujarat e do Centro Teatral em Moscovo pelos terroristas.

Os princípios básicos da cooperação russo-indiana estão estipulados na Declaração de Moscovo sobre o terrorismo internacional aprovada a 6 de Novembro de 2001. "Nós defendemos que sejam tomadas medidas decididas, em conformidade com os princípios e normas do Direito Internacional, contra os terroristas e os países que os apoiam, abrigam, financiam, instigam ou ajudam sob esta ou outra forma" - disse o ministro russo. "Ao mesmo tempo, não podemos ficar despreocupados com a intenção de alguns países de usar os slogans da luta antiterrorista para a solução de problemas conjunturais internos e externos" - frisou Ivanov.

A Rússia e a Índia contribuíram de forma resoluta para a eliminação do foco de instabilidade no Afeganistão. Um papel importante mo diálogo russo-inidiano sobre a problemática afegã pertence ao grupo de trabalho russo-indiano para o Afeganistão criado em 2000. "As nossas posições quanto à arquitectura do Afeganistão no pós-conflito são completamente idênticas" - constatou Ivanov.

Ao referir-se às perspectivas da resolução da situação no Afeganistão, o chefe da diplomacia russa disse que a "prioridade incontestável é a recuperação económica e a manutenção da segurança". São de preocupar as informações sobre o aumento da produção de drogas no território do Afeganistão - disse o ministro. "É sobejamente conhecido que o dinheiro obtido com o narcotráfico é uma das principais fontes de financiamento do conflito interno naquele país e das organizações terroristas" - frisou o ministro.

© RIAN

 
2830
Loading. Please wait...

Fotos popular